Hamilton corre na esperança de levar para casa pentacampeonato

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Fórmula 1, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 25 de outubro de 2018 as 14:32, por: CdB

O líder da competição tem 346 pontos e só precisará ser sétimo colocado no circuito de Hermanos Rodríguez, para ser campeão, independente do desempenho do rival, que, por sua vez, tem a vitória na prova como único resultado possível.

Por Redação, com EFE – da Cidade do México

O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, terá neste fim de semana, no Grande Prêmio do México, a segunda oportunidade de conquistar o título de pilotos do Campeonato Mundial de Fórmula 1, após o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, ter conseguido evitar a abertura de oito pontos na classificação.

O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes

O líder da competição tem 346 pontos e só precisará ser sétimo colocado no circuito de Hermanos Rodríguez, para ser campeão, independente do desempenho do rival, que, por sua vez, tem a vitória na prova como único resultado possível.

Caso Vettel não cruze a linha de chegada em primeiro, Hamilton sequer precisa completar a corrida, já que a diferença de pontos não poderá ser tirada nas duas etapas restantes, que acontecerão no Brasil, dia 11 de novembro, e Abu Dhabi, duas semanas depois.

Na semana passada, nos Estados Unidos, o britânico teve tudo a seu favor, pois, conseguiu a pole position e ainda viu o concorrente largar em quinto, por causa de punição. Ainda na primeira volta, o piloto da Ferrari ainda se envolveu em toque com o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, e caiu para as últimas posições.

Hamilton, no entanto, acabou sofrendo nas mãos do companheiro de Vettel, o finlandês Kimi Raikkonen, que o tirou da liderança da prova ainda na largada e conseguiu vencer, assim como do holandês Max Verstappen, da Red Bull, que fez grande corrida de recuperação, indo de 18º a segundo colocado.

Com isso, o piloto da Mercedes só conseguiu aumentar a vantagem para o alemão em três pontos, quando era necessário ampliar a diferença para oito. A marge permitiria a conquista matemática do quinto título da carreira.

Hamilton, assim como Vettel, único que também tem chances de conquistar o título, se igualaria com a taça ao argentino Juan Manuel Fangio, campeão em 1951, 1954, 1955, 1956 e 1957. Na frente no ranking dos maiores vencedores está apenas Schumacher, que ergueu o troféu em 1994, 1995, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004.

Neste fim de semana também pode ser definido o campeão dos construtores, embora, a Mercedes não tenha uma situação tão fácil quanto a do piloto britânico. Neste GP do México, a escuderia precisaria marcar 22 pontos a mais que a Ferrari.

A equipe de Hamilton

Isso significa que, se a equipe de Hamilton e também do finlandês Valtteri Bottas conseguir uma dobradinha em Hermanos Rodríguez, o time italiano poderá alcançar, no máximo, terceiro e sétimo lugares na corrida; ou quarto e sexto, entre outras combinações.

As atividades do Grande Prêmio do México, antepenúltimo da temporada, serão abertas nesta sexta-feira, com primeiro treino livre, marcado para acontecer às 12h (de Brasília). Quatro horas depois haverá o sinal verde para o TL2.

No sábado, a terceira sessão livre será às 12h, enquanto a definição do grid de largada começará às 15h. A corrida está programada para acontecer no domingo, às 15h10.

Ao todo, serão 71 voltas no circuito de Hermanos Rodríguez, que totalizarão 305.354 quilômetros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *