Hazard diz que precisa melhorar para ser um galático do Real Madrid

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 30 de setembro de 2019 as 12:48, por: CdB

Hazard é visto como o substituto de Cristiano Ronaldo no Real, depois que o maior artilheiro do time migrou para a Juventus em 2018, e herdou a camisa 7 usada pelo português.

Por Redação, com Reuters – de Barcelona

O meia-atacante Eden Hazard, do Real Madrid, disse que precisa melhorar para fazer jus ao título de galático, após o início de temporada fraco, em que não fez nem gol nem assistências em seu novo time.

Hazard e Marcelo durante treinamento do Real Madrid
Hazard e Marcelo durante treinamento do Real Madrid

O jogador belga deixou o Chelsea na pré-temporada por 100 milhões de euros, na principal contratação do Real Madrid, que tenta se recompor de uma campanha 2018-19 desastrosa.

Hazard é visto como o substituto de Cristiano Ronaldo no Real, depois que o maior artilheiro do time migrou para a Juventus em 2018, e herdou a camisa 7 usada pelo português.

– Ainda não sou um galático, tenho que mostrar que consigo ser um – disse Hazard a repórteres nesta segunda-feira, antes do confronto do Real com o Club Brugge na Liga dos Campeões.

– Todos nós conhecemos a história do número 7 neste clube, e quero mostrar que posso ser o melhor do mundo. Quero dar tudo de mim, não só nas partidas, mas no treinamento também.

Depois de reportagens segundo as quais ele chegou para a pré-temporada acima do peso, Hazard sofreu uma lesão na coxa nas vésperas da temporada e não conseguiu estrear antes de 14 de setembro, dia de uma vitória de 3 a 2 sobre o Levante.

O jogador de 28 anos atuou em três jogos desde então, mas esteve longe de sua melhor forma.

– Consigo fazer melhor, também me critico, mas trabalhando todos os dias mudaremos as coisas – afirmou. “Nem tudo é perfeito, mas estamos em primeiro na liga espanhola, perdemos em Paris, talvez eu tenha sido atrapalhado pela lesão, mas agora estou 100% e espero dar tudo de mim nos próximos jogos”.

– Agora não estou machucado e só preciso marcar gols, ser decisivo, fazer o que todos esperam de mim. Quando começar a marcar gols e fazer boas atuações tudo será mais fácil. Estou devendo um gol ou assistência para começar a dar a volta por cima.

O Real perdeu por 3 a 0 para o Paris Saint-Germains em sua estreia na Liga dos Campeões, e tentará se recuperar contra o Brugge no Santiago Bernabéu, na terça-feira.

Leicester

Um lindo gol de Ricardo Pereira e uma boa atuação de Jamie Vardy ajudaram o Leicester City a vencer o Newcastle United por 5 a 0 no domingo e subir para a terceira colocação do Campeonato Inglês.

Apesar da ausência do armador James Maddison devido a uma lesão no tornozelo, o Leicester teve um ótimo começo e marcou logo aos 16 minutos, quando Pereira conseguiu uma arrancada e finalizou bem.

Qualquer reação do Newcastle no jogo foi aniquilada quando o meio-campista Isaac Hayden recebeu cartão vermelho pouco antes do intervalo por falta em Dennis Praet.

Vardy marcou o segundo aos 9 do segundo tempo, aproveitando um passe de Harvey Barnes para finalizar de primeira com o pé esquerdo. Logo depois, Paul Dummett desviou chute de Praet para seu próprio gol.

De cabeça, Vardy marcou o quarto gol após cruzamento de Marc Albrighton aos 19 minutos e Wilfred Ndidi fez o quinto no último minuto do tempo normal.

A vitória eleva o Leicester ao terceiro lugar, com 14 pontos.

Vitória apertada

O Napoli sobreviveu a uma reação do Brescia no segundo tempo e subiu para o quarto lugar do Campeonato Italiano com uma vitória em casa por 2 a 1 no domingo, quando Mario Balotelli marcou seu gol para os visitantes.

A equipe de Carlo Ancelotti manteve a vantagem de dois gols no primeiro tempo graças aos gols de Dries Mertens e Kostas Manolas, mas Balotelli diminuiu após o intervalo.

O resultado deixa o Napoli em quarto lugar com 12 pontos, seis atrás da líder Inter de Milão, enquanto o Brescia caiu para 14º com seis pontos.

Uma finalização poderosa de Mertens colocou os anfitriões à frente, antes de Manolas dobrar a vantagem com um gol de cabeça nos acréscimos da primeira etapa.

Balotelli marcou seu primeiro gol pelo Brescia em um cabeceio a 23 minutos do fim. Os visitantes pressionaram em busca do empate, mas não conseguiram chegar ao gol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *