Homens são presos ao tentarem assaltar igreja no Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 31 de outubro de 2019 as 14:34, por: CdB

A polícia do Rio de Janeiro prendeu nesta quinta-feira dois homens em flagrante ao tentarem assaltar a Igreja São Francisco Xavier, na Tijuca.

Por Redação, com agências de notícias – do Rio de Janeiro

A polícia do Rio de Janeiro prendeu nesta quinta-feira dois homens em flagrante e um terceiro foi detido ao tentarem assaltar a Igreja São Francisco Xavier, na Tijuca, na Zona Norte da cidade.

Criminosos são detidos ao tentarem assaltar igreja São Francisco Xavier
Criminosos são detidos ao tentarem assaltar igreja São Francisco Xavier

A ação criminosa aconteceu pouco antes da primeira missa da paróquia, agendada para as 7h. De acordo com os agentes do 6º BPM (Tijuca), dois homens, sendo um deles armado com um revólver, renderam o padre e a secretária da igreja. O terceiro bandido, considerado, esperou a dupla do lado de fora da igreja.

Os criminosos anunciaram o assalto e chegaram a apontar a arma para a cabeça do padre, mas foram interrompidos com a chegada dos PMs.

Os presos foram encaminhados para a 19ª DP (Tijuca), onde os policiais aguardaram os depoimentos do padre e da funcionária. Um dos detidos foi levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) após machucar os pés ao tentar fugir.

Policiais prenderam na manhã desta quinta-feira,  Alessandra Mangabeira da Silva. Contra ela havia um mandado de prisão temporária.

Por motivos de ciúmes Alesssandra ateou fogo no corpo de seu ex-namorado Luan Henrique da Nóbrega Dantas, no último sábado, dia 26 de outubro. A vítima que teve 40% do corpo queimado, veio falecer no Hospital Lorenço Jorge, na Barra da Tijuca.

Lei seca

Agentes da 33ª DP (Realengo) realizaram, na quarta-feira, o cumprimento de mandado de prisão de Karla Vasconcellos de Almeida pelo crime de homicídio doloso.

O crime ocorreu no dia 25, quando a mulher, fugindo de uma blitz da lei seca, na contramão, matou Jonatan da Silva, na Estrada do Catonho, em Sulacap, Zona Oeste do Rio.

De acordo com as investigações, as diligências à procura de Karla se estenderam por diversos locais do Estado.

Além da prisão, foi feita a identificação e oitiva do marido da mulher e do homem que desembarcou do veículo logo após o crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *