Homicídio doloso tem queda de 21% no Rio

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 23 de outubro de 2019 as 14:32, por: CdB

O índice de homicídios dolosos no Estado do Rio de Janeiro caiu 21% nos nove primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período de 2018.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

O índice de homicídios dolosos no Estado do Rio de Janeiro caiu 21% nos nove primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período de 2018, o que representa 818 mortes a menos.

O índice de homicídios dolosos no Estado do Rio de Janeiro caiu 21% nos nove primeiros meses deste ano
O índice de homicídios dolosos no Estado do Rio de Janeiro caiu 21% nos nove primeiros meses deste ano

De janeiro a setembro foram registradas 3.025 vítimas, contra 3.843 no ano passado. Esse é o menor número de vítimas para o acumulado do ano desde 1991. Na comparação entre os meses de setembro, a redução foi de 19% (308 em 2019 e 382 em 2018), a menor quantidade de vítimas para o mês desde 1991.

O indicador estratégico crimes violentos letais intencionais (homicídio doloso, roubo seguido de morte e lesão corporal seguida de morte) também declinou: uma queda de 20% tanto em relação a setembro de 2018 como se comparado o trimestre (julho, agosto e setembro) com igual período do ano passado.

No acumulado deste ano, houve uma redução de 34% no índice de roubos seguidos de morte (latrocínio) na comparação com os nove primeiros meses de 2018. Com o registro de sete casos em setembro, o número de vítimas chegou a 91 este ano, 47 a menos do que no mesmo período do ano passado. É a menor quantidade de registros para o mês desde 2012. As mortes por intervenção de agente do Estado aumentaram 19% entre janeiro e setembro deste ano em relação ao mesmo período de 2018.

Apreensão de fuzis bate recorde

Neste ano, as polícias Civil e Militar apreenderam 6.588 armas de fogo no estado, o que significa a retirada das ruas de uma média de 24 armas por dia. Desse total, 438 foram fuzis, ou seja, mais de um armamento desse tipo foi apreendido a cada dia no estado, maior número recolhido no período nos últimos 12 anos.

Roubos continuam em queda

Setembro apresentou uma queda de 36% nos roubos de veículos em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram registrados 2.613 casos. Pela primeira vez desde novembro de 2015, o indicador ficou abaixo de 3 mil roubos. No acumulado do ano, o recuo foi de 23%, o menor para o período desde 2017.

Os roubos de carga diminuíram 19% em setembro em relação ao mesmo mês de 2018, com 467 casos, o menor valor para o período desde 2014. Em comparação a agosto de 2019, a queda foi de 20%. Já os roubos de rua (roubo a transeunte, roubo em coletivo e roubo de aparelho celular) caíram 13% no mês se comparado com setembro de 2018 (foram 1.356 casos a menos) e de 11% em relação a agosto.

Comparação trimestral por Área Integrada de Segurança Pública (AISP).

Na comparação entre julho e setembro deste ano com o mesmo período de 2018, quatro Áreas Integradas de Segurança Pública (AISPs) apresentaram resultados importantes. Na Baixada Fluminense, a AISP 15 (Duque de Caxias) registrou a maior redução nos índices de morte por intervenção de agente do estado e o segundo maior recuo no de roubos de rua.

O município de São Gonçalo (AISP 7) teve a maior queda nos roubos de rua e nos roubos de veículos, a segunda maior diminuição nos roubos de carga e a terceira maior redução em homicídio doloso. Na capital, a maior retração do indicador roubo de cargas ocorreu na AISP 16 (Olaria e adjacências). Já no interior do estado, a área da AISP 33 (Angra dos Reis e adjacências) teve o maior recuo nos homicídios dolosos.

Os dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) são referentes aos Registros de Ocorrência (ROs) lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro durante o mês de setembro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *