Honda anuncia aposentadoria da seleção após eliminação da Copa

Arquivado em: Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 3 de julho de 2018 as 14:26, por: CdB

Honda, de 32 anos, entrou como substituto na partida das oitavas de final contra o time de Roberto Martínez, mas não conseguiu impedir a derrota angustiante de 3 a 2 para a Bélgica

Por Redação, com Reuters – de Moscou:

O meio-campista Keisuke Honda e o capitão Makoto Hasebe anunciaram sua aposentadoria da seleção do Japão após a eliminação do país da Copa do Mundo por derrota para a Bélgica na segunda-feira.

Jogador do Japão Keisuke Honda após partida na Rússia

Honda, de 32 anos, entrou como substituto na partida das oitavas de final contra o time de Roberto Martínez, mas não conseguiu impedir a derrota angustiante de 3 a 2 para a Bélgica.

– Hoje mostramos como podemos progredir como futebol japonês – disse o ex-meio-campista do Milan a repórteres depois da partida.

– Posso ter encerrado minha carreira na seleção, mas estou feliz porque temos muitos jogadores jovens nos seguindo, e acho que eles escreverão uma nova história para o futebol japonês.

Aos sete minutos do segundo tempo, o Japão tinha vantagem de dois gols marcados por Genki Haraguchi e Takashi Inui, mas Jan Vertonghen e Marouane Fellaini igualaram o placar e um gol de Nacer Chadli nos acréscimos garantiu a vitória dramática da Bélgica.

Copa do Mundo

– Esta é a última Copa do Mundo para mim – acrescentou Honda. “Esta é a realidade. Para ser totalmente sincero, eu queria levar todos à próxima fase, mas não consegui. Fiz tudo que pude. Fiz o melhor que pude”.

– A Bélgica mereceu vencer, mas nós também jogamos tão bem quanto podíamos. Só quero agradecer meus colegas de equipe.

Honda, que marcou 37 gols em 98 atuações para sua seleção, teve algumas chances de garantir uma vitória para os japoneses antes do desfecho frustrante.

– Havíamos conversado sobre o placar estar empatado se e quando eu entrasse no jogo, mas não consegui dar conta – disse Honda.

– Eu sempre disse que, se você está nesta competição, deve estar para vencê-la, e espero que a geração de jogadores mais jovens leve adiante este espírito.

Hasebe, uma vez descrito pelo ex-técnico do Japão Alberto Zaccheroni como um dos únicos dois “verdadeiros capitães” que já tinha treinado, junto com Paolo Maldini, também decidiu se aposentar da seleção japonesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *