Hospital das Clínicas começa a vacinar profissionais contra coronavírus

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 18 de janeiro de 2021 as 11:59, por: CdB

Começou nesta segunda-feira a vacinação contra o novo coronavírus dos 30 mil profissionais de saúde do complexo do Hospital das Clínicas, na Zona Oeste da capital paulista. Foram montadas 30 estações no Centro de Convenções Rebouças, ao lado do hospital, que farão a aplicação das doses do imunizante em turnos de 12 horas diárias.

Por Redação, com ABr – de São Paulo

Começou nesta segunda-feira a vacinação contra o novo coronavírus dos 30 mil profissionais de saúde do complexo do Hospital das Clínicas, na Zona Oeste da capital paulista. Foram montadas 30 estações no Centro de Convenções Rebouças, ao lado do hospital, que farão a aplicação das doses do imunizante em turnos de 12 horas diárias, das 7h às 19h.

Começou vacinação contra o novo coronavírus dos 30 mil profissionais de saúde do complexo do Hospital das Clínicas, na Zona Oeste da capital paulista
Começou vacinação contra o novo coronavírus dos 30 mil profissionais de saúde do complexo do Hospital das Clínicas, na Zona Oeste da capital paulista

Mais de mil pessoas vão trabalhar na ação, fazendo o cadastramento e a aplicação da vacina. Os profissionais que receberão o imunizante serão convocados em horários pré-determinados para evitar aglomerações. No domingo, após a cerimônia que marcou o início da vacinação, 112 pessoas receberam as doses.

Foram enviadas ainda mais de 8 mil doses para os hospitais das clínicas de Botucatu (vinculado à Universidade Estadual Paulista) e ao da Universidade Estadual de Campinas, ambos no interior do estado. As duas unidades devem começar a vacinar os funcionários na tarde desta segunda-feira. Ao todo, quase 1,5 milhão de doses da vacina devem ser distribuídas no estado de São Paulo nesta primeira etapa da campanha.

A vacina

O uso emergencial da coronaVac no Brasil foi aprovado no domingo, por unanimidade, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os cinco diretores da agência também aprovaram o uso da vacina de Oxford contra a covid-19.

Campanha nacional

A coronaVac foi produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan. Atualmente, 6 milhões de doses do imunizante estão disponíveis para aplicação em todo o território nacional. A campanha vai começar pelos grupos prioritários: profissionais da saúde, idosos e indígenas.

Nesta manhã, 4,6 milhões de doses começaram a ser distribuídas para o Distrito Federal e as capitais de 10 Estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina.