Hospital Getúlio Vargas promove campanha de doação de sangue

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 15 de janeiro de 2020 as 14:04, por: CdB

O objetivo é aumentar o estoque do Hemorio, que reduz cerca de 20% nesta época do ano, justamente quando a demanda aumenta.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

O Hospital Estadual Getúlio Vargas abriu suas portas nesta quarta-feira para uma campanha de doação de sangue. Uma equipe do Instituto Estadual de Hematologia do Rio de Janeiro (Hemorio) estará na Penha, das 10h às 15h, para colher material dos doadores. O objetivo é aumentar o estoque do Hemorio, que reduz cerca de 20% nesta época do ano, justamente quando a demanda aumenta.

O Hospital Estadual Getúlio Vargas abre suas portas nesta quarta-feira para uma campanha de doação de sangue
O Hospital Estadual Getúlio Vargas abre suas portas nesta quarta-feira para uma campanha de doação de sangue

Para poder doar, são condições básicas: ter entre 16 e 69 anos; pesar mais de 50 kg; estar bem de saúde; portar documento original com foto; ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior; não estar em jejum; evitar alimentos gordurosos quatro horas antes; não ingerir bebidas alcoolicas 12 horas antes; e não ter feito tatuagem ou colocado piercing nos últimos 12 meses. O uso de piercing oral e genital pela pessoa também impede a doação.

Ônibus Lilás

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH), iniciou nesta quarta-feira, pelo município de Guapimirim, na Baixada Fluminense, suas atividades de prevenção à violência contra a mulher em 2020. Junto com o Ônibus Lilás, que leva atendimento especializado a mulheres em situação de violência, acontece também a Ação Social da SEDSODH, que facilita o acesso à cidadania, com isenção na segunda via de vários documentos.

De acordo com a secretária Fernanda Titonel, a previsão é ampliar o atendimento realizado com sucesso ano passado para ajudar a prevenir crimes contra a mulher e feminicídios. As cidades de Cachoeiras de Macacu, Porto Real, Quatis e Rio de Janeiro (Vigário Geral) já estão confirmadas no roteiro do Ônibus Lilás em janeiro.

– Em 2019, reativamos nossos Ônibus Lilás, levando assistente social, psicólogo e advogado para esclarecer dúvidas e ajudar mulheres em situação de violência em 18 localidades. Somente entre outubro e dezembro foram realizados 83 atendimentos e 161 orientações nessas unidades móveis. Nosso desafio agora é ampliar esse trabalho, garantindo mais apoio não só no enfrentamento, mas também na prevenção – comentou Fernanda.

O balanço das Ações Sociais da SEDSODH também foi positivo em 2019. Foram realizados, de janeiro a dezembro, mais de 102 mil atendimentos nos 14 Centros de Centros de Defesa da Cidadania (CCDCs), representando um aumento de 140% em relação a 2018. As ações sociais itinerantes somaram mais de 15 mil atendimentos, o que significa um aumento de quase 200% em relação ao ano anterior.

Mais sobre os serviços

O Ônibus Lilás oferece o atendimento de uma assistente social, uma psicóloga e uma advogada, que ficam à disposição para esclarecer dúvidas de mulheres vítimas de violência e prestar o atendimento necessário. Os atendimentos são privados e sob sigilo.

Já a emissão de documentos realizada nas Ações Sociais contempla a isenção de taxa para emissão da segunda via da carteira de identidade, das certidões de nascimento, casamento ou óbito e para celebração de casamento ou união estável e averbação em certidões, além da declaração de hipossuficiência e busca para certidões de outros estados.

Confira a agenda do Ônibus Lilás em janeiro:

Dia 15/01, das 10 às 15h – Guapimirim – Praça de Guapimirim

Dia 16/01 – Cachoeiras de Macacu – Praça de Papucaia

Dia 22/01 – Porto Real – bairro Freitas Soares – Rua 23, próximo à quadra esportiva)

Dia 23/01 – Quatis

Dia 25/01 – Rio de Janeiro – Vigário Geral – Vila Nova 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *