Hugo Lloris é multado em 50 mil libras por dirigir bêbado em Londres

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 12 de setembro de 2018 as 13:41, por: CdB

O goleiro de 31 anos foi detido durante a madrugada de 24 de agosto pela polícia na região de Marylebone, no centro da capital britânica

Por Redação, com EFE – de Londres/Madri

O goleiro do Tottenham e da seleção francesa, Hugo Lloris, foi declarado culpado nesta quarta-feira por dirigir bêbado em Londres, de acordo com a sentença ditada por um tribunal britânico.

O goleiro do Tottenham e da seleção francesa, Hugo Lloris, foi declarado culpado nesta quarta-feira por dirigir bêbado em Londres

Além disso, Lloris foi multado em 50 mil libras e ficará 20 meses sem poder dirigir.

O goleiro de 31 anos foi detido durante a madrugada de 24 de agosto pela polícia na região de Marylebone, no centro da capital britânica. Na ocasião, após ser submetido ao teste de bafômetro, que teve resultado positivo, o atleta foi levado à delegacia de Charing Cross, antes de ser liberado mediante pagamento de fiança.

Lloris admitiu perante o tribunal que a taxa de álcool em seu sangue quando foi parado pelos agentes era maior do que a permitida, o que foi comprovado com o teste de bafômetro.

O teste revelou 80 microgramas de álcool por cada 100 mililitros de sangue, ou seja, mais do que o dobro do limite permitido na Inglaterra, que é de 35 microgramas.

Quando a polícia parou Lloris, teve que ajudá-lo a sair do veículo, que estava sujo de vômito.

Valladolid

O Real Valladolid formalizará no final de setembro, em reunião que será convocada pelo Conselho Administrativo do clube, a presidência do ex-atacante Ronaldo, após o Conselho Superior Esportivo dar sinal verde para compra de 51% das ações pelo brasileiro.

O presidente-executivo do Valladolid, Carlos Suárez, explicou nesta quarta-feira que tal reunião do Conselho Administrativo é “um mero trâmite”, já que “não havia nenhuma dúvida” de que o Conselho Superior Esportivo autorizaria a compra da maior parte das ações do clube por Ronaldo.

Neste sentido, Suárez afirmou que “para todos os efeitos, desde que a compra se fez pública, o clube esteve trabalhando e trocou o chip em relação à chegada do novo proprietário, já que não havia dúvidas quanto a operação seria autorizada”.

Portanto, “em 25 ou 26 de setembro”, o Conselho Administrativo do Valladolid irá se reunir para designar, de maneira formal, a presidência do clube a Ronaldo, enquanto Suárez será mantido como gerente e como membro do Conselho, ao possuir 15% das ações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *