Imprensa belga celebra vitória sobre o Brasil

Arquivado em: Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sábado, 7 de julho de 2018 as 15:13, por: CdB

Para o redator-chefe do Le Soir, principal jornal da Bélgica, Christopher Berti, a vitória contra a equipe pentacampeã mundial significa “uma verdadeira partida de referência para toda uma geração”

Por Redação, com EFE – de Genebra:

A imprensa belga demonstrou neste sábado toda a sua euforia com a vitória obtida na véspera pela seleção do país sobre o Brasil por 2 a 1, pelas quartas de final da Copa do Mundo, que colocou os ‘Diabos Vermelhos’ entre os quatro melhores pela segunda vez na história.

A imprensa belga demonstrou neste sábado toda a sua euforia com a vitória obtida na véspera pela seleção do país sobre o Brasil

– Não é um sonho, é realidade – estampou em sua capa o jornal De Standaard, seguindo a linha das principais publicações do país, sejam francófonas ou flamengas, como é o caso do periódico citado.

Para o redator-chefe do Le Soir, principal jornal da Bélgica, Christopher Berti, a vitória contra a equipe pentacampeã mundial significa “uma verdadeira partida de referência para toda uma geração”.

– Para bater o Brasil, e em particular este Brasil, impressionante há alguns anos, é preciso talento, boa organização e um pouco de sorte. São resultados como esses que transformam uma equipe notável em uma grande equipe – enalteceu Berti.

Na visão do jornal L’Echo, a vitória obtida ontem na Kazan Arena, 32 anos após a Bélgica ter ido às semifinais pela primeira vez, transcendo o aspecto esportivo. Já para La Dernière Heure, Eden Hazard, Kevin De Bruyne e companhia “demonstraram ao mundo e a seus compatriotas que a vitória é possível, uma ambição inaudita, apesar de ser um país pequeno, apesar da modéstia e da humildade”.

Já o Gazet van Antuerpia lembra que a missão ainda não está cumprida, porque na próxima terça-feira os belgas vão encarar a França em São Petersburgo por uma vaga na decisão.

–A Bélgica está em uma semifinal de Copa. O trabalho de 11 super-homens. E ainda não terminou. França, se prepare – diz o periódico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *