Incêndio atinge dezenas de casas em comunidade na Zona Sul de SP

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 25 de junho de 2024 as 11:46, por: CdB

O fogo, que atingiu dezenas de casas na comunidade Olaria, começou pouco depois da meia-noite. Como muitas casas são de madeira, as chamas se alastraram de maneira rápida.

Por Redação, com CartaCapital – de São Paulo

Um grande incêndio atingiu uma favela entre os bairros de Campo Limpo e Vila Andrade, na Zona Sul de São Paulo, na madrugada desta terça-feira.

Fogo começou por volta da meia-noite, não há registro de mortos ou feridos

O fogo, que atingiu dezenas de casas na comunidade Olaria, começou pouco depois da meia-noite. Como muitas casas são de madeira, as chamas se alastraram de maneira rápida.

Até o momento, as informações do Corpo de Bombeiros apontam um boletim sem feridos ou mortos. Entretanto, cerca de 300 famílias foram afetadas pela tragédia e estariam, neste momento, desalojadas.

Após o início do incêndio, cerca de dez caminhões do Corpo de Bombeiros foram encaminhados para combater o fogo, que começou a ser controlado por volta das 3h da manhã.

Os agentes trabalham, ainda, no chamado rescaldo.

A corporação informou, por fim, que as causas ainda serão investigadas.

Incêndio atinge a Assembleia Legislativa do Ceará

Um incêndio atingiu o plenário da Assembleia Legislativa do Ceará, no centro de Fortaleza, no último dia 20. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram uma grande quantidade de fumaça saindo do prédio, que começou a ser evacuado pelo Corpo de Bombeiros por volta das 12h.

As chamas foram controladas no início da tarde. Os agentes do CBM permanecem no local e trabalham no rescaldo do incêndio, informou a corporação em nota à reportagem.

Uma servidora da Casa que trabalha como auxiliar de serviços gerais chegou a desmaiar após inalar fumaça, mas foi encaminhada a um hospital e está consciente. Outro ferido é um policial militar que sofreu escoriações com as chamas. As causas do incêndio ainda são desconhecidas.

A deputada estadual Lia Gomes (PDT) estava no quinto andar quando começou o incêndio. Ela ouviu gritos e sentiu cheiro de fumaça. “De princípio eu achei que era briga e vi pessoas chamando a polícia. Saí da sala, olhei lá de cima e desci correndo pelas escadas. Não conseguia enxergar nada. Muito pânico.”

Uma hipótese é que um curto-circuito na rede elétrica do plenário tenha provocado o fogo. Havia uma sessão agendada para esta quinta, mas o encontro foi cancelado por falta de quórum. No momento do incêndio, a maioria dos deputados estaduais estava na Base Aérea de Fortaleza, onde aguardavam o presidente Lula (PT).

Na capital cearense, o petista participa da entrega de unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida e anuncia investimentos para obras de educação.

O presidente da Assembleia, Evandro Leitão (PT), convocou deputados para uma reunião de emergência após o incêndio.

No encontro, relataram parlamentares a CartaCapital, ficou decidido que as próximas sessões acontecerão de forma remota, de acordo com o artigo 286 do Regimento Interno, há a possibilidade ainda de que os anexos da Alece sediem as audiências até a reforma do plenário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *