Inspetor é preso suspeito de guardar arquivos com pornografia no Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 2 de abril de 2019 as 11:28, por: CdB

O homem detido acabou sendo preso em flagrante depois que os policiais encontraram arquivos com cenas de abuso de crianças no local do cumprimento do mandado.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Policiais federais prenderam nesta terça-feira em flagrante um inspetor escolar durante uma operação contra pornografia infantil, no bairro do Maracanã, na Zona Norte do Rio de Janeiro. O suspeito trabalhava em uma escola pública no mesmo bairro, informou a polícia.

Policiais federais prenderam nesta terça-feira em flagrante um inspetor escolar durante uma operação contra pornografia infantil

O homem foi preso esta manhã durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa dele.

De acordo com policiais, os agentes chegaram até o inspetor depois de prenderem um homem suspeito de guardar e compartilhar imagens de sexo envolvendo crianças, em Santos (SP), em uma operação anterior.

O homem detido acabou sendo preso em flagrante depois que os policiais encontraram arquivos com cenas de abuso de crianças no local do cumprimento do mandado.

A identificação do suspeito e o nome da escola ainda não foram divulgados pela Polícia Federal.

PM é preso

Um sargento da Polícia Militar foi preso na segunda-feira no estacionamento do Shopping Downtown, na Barra da Tijuca, com um fuzil calibre 5.56, com luneta e infravermelho para melhorar a pontaria durante o período noturno. A arma estaria sendo negociada por R$ 35 mil e é do tipo usada por snipers, atiradores das equipes de elite das Forças Armadas e das polícias Civil e Militar. O fuzil estava na mala do carro do PM quando ele foi preso por policiais civis da delegacia do Leblon, na zona sul do Rio, que chegaram ao militar por meio de uma denúncia anônima.

O militar é lotado no 5º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento na região central da cidade, e está na corporação há 13 anos. De acordo com a assessoria da Polícia Militar, o policial está sendo ouvido na delegacia do Leblon e, posteriormente, será encaminhado para a Unidade Prisional da PM, no bairro do Fonseca, em Niterói, onde ficam os militares que respondem à ações na Justiça.

Na ação foram presas mais três pessoas. Um tem passagem pela polícia por tráfico de drogas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *