Investidores apostam em proposta de reforma da Previdência ainda mais dura

Arquivado em: Comércio, Indústria, Negócios, Serviços, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 8 de janeiro de 2019 as 14:47, por: CdB

A equipe econômica do novo governo estuda proposta de reforma da Previdência que prevê uma regra de transição de 10 a 12 anos, período bem mais curto do que os 21 anos previstos na versão do ex-presidente Michel Temer.

 

Por Redação – de São Paulo

 

O dólar recuava ante o real nesta terça-feira, com os investidores aguardando o desfecho da reunião ministerial do governo Jair Bolsonaro com a expectativa de que alguma proposta de reforma da Previdência mais dura possa ser contemplada.

O dólar sofreu um ajuste no pregão frente ao real
O dólar sofreu um ajuste no pregão frente ao real

Às 10h00, o dólar recuava 0,42%, a R$ 3,7187 na venda, depois de terminar a sessão anterior em alta de 0,53%, a R$ 3,7343. Na mínima, a moeda marcou R$ 3,7147. O dólar futuro caía cerca de 0,6%.

— O mercado entrou o ano com um viés otimista com o Brasil… além disso, tem a notícia de que a reforma da Previdência tende a ser até mais agressiva do que a de Temer. Isso nos ajuda a descolar do exterior, mesmo marginalmente — disse o operador de câmbio da corretora H.Commcor Cleber Alessie Machado.

Casa Civil

Ele se referia à notícia trazida por um dos diários conservadores paulistanos de que a equipe econômica do novo governo estuda proposta de reforma da Previdência que prevê uma regra de transição de 10 a 12 anos, período bem mais curto do que os 21 anos previstos na versão do ex-presidente Michel Temer, o que representaria uma maior economia de gastos.

Mesmo que no encontro ministerial desta terça-feira nenhuma medida seja anunciada, o mercado espera, ao menos, que a equipe econômica se alinhe depois do mal-estar da última semana, quando o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro “se equivocou” ao dizer que havia assinado um aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

O episódio levou o ministro da Economia, Paulo Guedes, a tecer uma série de elogios ao presidente na véspera e defender a existência de coesão na equipe.

Venda futura

Os investidores também estavam atentos ao encontro entre representantes dos Estados Unidos e da China, na tentativa de costurar um acordo que dê fim à guerra comercial entre os dois países e ameaça uma desaceleração econômica global.

Nesta terça-feira, dados fracos da economia alemã fazem o euro cair ante o dólar. A moeda norte-americana subia ante a cesta de moedas e também ante algumas divisas de países emergentes, como o rublo e a lira turca.

Ibovespa

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 13,4 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de dezembro, no total de US$ 13,398 bilhões.

Na Bolsa de Valores, o Ibovespa perdia o fôlego nesta terça-feira, após uma abertura mais positiva, afetada por movimentos de realização de lucros, com os papéis da companhia aérea Gol passando a liderar as perdas do Ibovespa após subirem no começo do pregão.

Às 11h44, o principal índice de ações da B3 caía 0,27%, a 91.448,19 pontos. Mais cedo, no melhor momento, avançou 0,58%. O volume financeiro do pregão somava R$ 2,46 bilhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *