Iranianos celebram Revolução Islâmica em meio a crescentes tensões com EUA

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 as 09:55, por: CdB

Milhares de iranianos lotaram as ruas de Teerã e outras cidades na manhã desta terça-feira para celebrar o 41º aniversário da Revolução Islâmica.

Por Redação, com Reuters – de Dubai

Milhares de iranianos lotaram as ruas de Teerã e outras cidades na manhã desta terça-feira para celebrar o 41º aniversário da Revolução Islâmica, em meio a um cenário de tensões crescentes com os Estados Unidos.

Iranianos com bandeiras do Irã comemoram 41º aniversário da Revolução Islâmica em Teerã
Iranianos com bandeiras do Irã comemoram 41º aniversário da Revolução Islâmica em Teerã

A TV estatal exibiu vídeos de manifestações em ao menos seis cidades fora da capital, incluindo Mashhad, Ahvaz e Kerman, com pessoas segurando cartazes que diziam “Morte à América” ​​e “Morte a Israel”.

O Irã quase entrou em conflito com os EUA no início do mês passado depois que um ataque norte-americano por drone matou o principal comandante militar iraniano, Qassem Soleimani, em Bagdá, levando o Irã a retaliar com mísseis disparados contra uma base norte-americana no Iraque dias depois.

As tensões

As tensões aumentaram entre o Irã e os EUA após o presidente norte-americano, Donald Trump, retirar-se de um acordo nuclear multilateral com a nação do Oriente Médio em 2018 e reimpor sanções em uma tentativa de pressionar Teerã a negociar seu programa de mísseis balísticos e a se aliar a grupos da região.

Mísseis foram expostos como parte das comemorações do aniversário, de acordo com a agência de notícias Tasnim. Como parte da cobertura do evento, a TV estatal do Irã exibiu imagens de arquivo de lançamentos de mísseis e instalações subterrâneas de armazenamento de projéteis.

O programa de mísseis não se destina a ataques a países vizinhos, disse o presidente iraniano, Hassan Rouhani, na segunda-feira.