Irlanda do Norte: polícia diz que alertas de segurança em Londonderry eram farsas

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 22 de janeiro de 2019 as 12:11, por: CdB

Houve um barulho alto e uma grande nuvem de fumaça saiu de dentro da primeira van depois que um robô neutralizador de bombas do Exército entrou no veículo.

Por Redação, com Reuters – de Londonderry

A polícia da Irlanda do Norte afirmou que os três alertas de segurança que examinou em Londonderry na segunda-feira foram encerrados depois que o departamento confirmou que os incidentes, incluindo um em que uma explosão controlada foi conduzida, eram farsas.

Explosão controlada de van em Londonderry, na Irlanda de Norte

Na segunda-feira, a polícia realizou uma explosão controlada em um veículo que foi roubado por homens mascarados em Londonderry e examinou duas outras vans abandonadas, dois dias depois que um carro-bomba explodiu na cidade.

Houve um barulho alto e uma grande nuvem de fumaça saiu de dentro da primeira van depois que um robô neutralizador de bombas do Exército entrou no veículo. A polícia disse que a van foi roubada por três homens mascarados que jogaram um objeto na parte de trás do veículo antes de abandoná-lo em uma rua residencial.

– Podemos confirmar que todos os três alertas eram farsas, entretanto, não podemos subestimar o impacto que esses incidentes tiveram em nossa comunidade – disse a polícia nesta terça-feira.

O comunicado do departamento publicado no Twitter não forneceu muitos outros detalhes.

Autoridades esvaziaram casas e isolaram áreas da cidade, à medida que inspecionavam os veículos na segunda-feira. Os moradores já retornaram a suas casas.

No sábado, uma explosão de um carro-bomba do lado de fora de um tribunal chamou atenção para a ameaça ainda representada por grupos militantes opostos ao acordo de paz de 1998 que pôs fim, em grande parte, às três décadas de violência na província britânica. A explosão não deixou vítimas.

O incidente aconteceu no momento em que as polícias da Irlanda do Norte e da Irlanda, que é um país-membro da União Europeia, têm advertido que o retorno de uma fronteira dura entre os dois territórios após o Brexit, com alfândega e outras verificações, pode se tornar alvo de militantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *