Itália bloqueia transporte de passageiros para Sicília

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 16 de março de 2020 as 12:00, por: CdB

A ministra da Infraestrutura e dos Transportes da Itália, Paola De Micheli, assinou na madrugada desta segunda-feira um decreto que suspende conexões marítimas e aéreas de passageiros para a ilha da Sicília.

Por Redação, com ANSA – de Roma

A ministra da Infraestrutura e dos Transportes da Itália, Paola De Micheli, assinou na madrugada desta segunda-feira um decreto que suspende conexões marítimas e aéreas de passageiros para a ilha da Sicília, no sul do país, para combater a epidemia do novo coronavírus.

A mesma medida já havia sido tomada para a ilha da Sardenha
A mesma medida já havia sido tomada para a ilha da Sardenha

Segundo De Micheli, as pessoas só poderão cruzar o Estreito de Messina, que separa a ilha da península, no caso de “comprovadas exigências de trabalho, saúde ou necessidade” e em navios mercantis.

Isolamento

Além disso, será exigida uma autorização do governo regional, que havia solicitado o reforço do bloqueio a Roma. Apenas duas rotas aéreas ida/volta para a ilha foram mantidas, conectando a capital italiana com Palermo e Catânia. O trânsito de mercadorias continua liberado. A mesma medida já havia sido tomada para a ilha da Sardenha.

Até o momento, a Sicília contabiliza 188 dos 24,7 mil casos do novo coronavírus na Itália, com duas mortes, segundo o balanço divulgado pela Defesa Civil no domingo. Já a Sardenha registra 77 contágios, também com duas vítimas. A região mais atingida é a Lombardia, no norte, com 13,2 mil.

O país está em isolamento desde a semana passada, e a circulação de pessoas nas ruas só é permitida em caso de motivos de saúde, trabalho ou para comprar alimentos e itens de primeira necessidade.