Itália registra mais 13.720 casos de coronavírus

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 7 de dezembro de 2020 as 14:17, por: CdB

A Itália registrou nesta segunda-feira mais 13.720 casos e 528 mortes na pandemia do coronavírus Sars-CoV-2, elevando os totais de contágios e óbitos para 1.742.557 e 60.606, respectivamente.

Por Redação, com ANSA – de Roma

A Itália registrou nesta segunda-feira mais 13.720 casos e 528 mortes na pandemia do coronavírus Sars-CoV-2, elevando os totais de contágios e óbitos para 1.742.557 e 60.606, respectivamente.

Movimentação no centro de Turim, norte da Itália, após fim de 'zona vermelha'
Movimentação no centro de Turim, norte da Itália, após fim de ‘zona vermelha’

O número de casos confirmados nesta segunda-feira é o menor para um único dia desde 20 de outubro (10.874), enquanto o de mortes é o mais baixo desde 16 de novembro (504). O país também soma 933.132 curados e 748.819 contágios ativos, o equivalente a 1,24% da população nacional.

Atualmente, nenhuma das 20 regiões da Itália é considerada “zona vermelha”, regime com regras semelhantes às do lockdown nacional vigente entre março e maio, como fechamento do comércio não essencial e proibição de sair de casa a não ser por motivos de trabalho, saúde ou urgentes.

Normas mais flexíveis

No entanto, uma delas, Abruzzo, no centro do país, agiu à revelia do governo e pode ter impugnada sua progressão para a “zona laranja”, que tem normas mais flexíveis, como a reabertura das lojas.

Apesar da desaceleração, o primeiro-ministro Giuseppe Conte estendeu o toque de recolher noturno (22h às 5h) até 2021 e proibiu deslocamentos inter-regionais entre 21 de dezembro e 6 de janeiro e intermunicipais em 25 e 26 de dezembro e 1º de janeiro.

O objetivo é evitar um novo repique dos casos durante as festas de fim de ano.