Italianos se mobilizam para plebiscito que libera uso da maconha

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Natureza, Últimas Notícias
Publicado sábado, 11 de setembro de 2021 as 13:16, por: CdB

“O tema do cultivo, venda e consumo de maconha é uma das questões sociais mais importantes do nosso país. É um tema que atravessa a justiça, a saúde pública, a segurança, a possibilidade de negócios, a pesquisa científica, as liberdades individuais e, sobretudo, a luta contra as máfias”, diz um comunicado dos promotores do plebiscito.

Por Redação, com Ansa – de Roma

Um grupo de partidos e associações da Itália iniciou, neste sábado, a coleta de assinaturas para convocar um plebiscito sobre a descriminalização do cultivo e consumo de maconha. Os organizadores precisam reunir o apoio de 500 mil cidadãos até o fim de setembro para forçar a realização de uma consulta popular, e o abaixo-assinado pode ser firmado tanto de forma presencial quanto virtual.

maconha
Projeto que tramita no Congresso italiano visa garantir acesso a medicamentos e produtos à base de CBD e THC, derivados da cannabis

“O tema do cultivo, venda e consumo de maconha é uma das questões sociais mais importantes do nosso país. É um tema que atravessa a justiça, a saúde pública, a segurança, a possibilidade de negócios, a pesquisa científica, as liberdades individuais e, sobretudo, a luta contra as máfias”, diz um comunicado dos promotores do plebiscito.

Conservadores

A campanha é organizada por associações contra o proibicionismo e conta com o apoio dos partidos Radicais Italianos, de orientação libertária, Mais Europa, de centro, e Possível, de esquerda.

“Existem 6 milhões de usuários de maconha na Itália, incluindo muitos pacientes deixados sozinhos pelo Estado na impossibilidade de receber tratamentos (à base de cannabis). Esses italianos têm apenas duas opções: financiar o mercado criminal ou cultivar maconha em casa, arriscando até seis anos de prisão”, acrescenta o comunicado.

Na última quarta-feira, a Comissão de Justiça da Câmara dos Deputados da Itália aprovou o texto-base de um projeto de lei que descriminaliza o cultivo caseiro de até quatro plantas de maconha, mas a iniciativa ainda precisa passar pelo plenário e depois pelo Senado, onde deve enfrentar resistência de partidos conservadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code