Japão planeja comprar mísseis Patriot para enfrentar Coréia do Norte

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 2 de abril de 2003 as 14:26, por: CdB

O Governo japonês está planejando comprar mísseis americanos avançados Patriot PAC-3 para enfrentar uma possível ameaça da Coréia do Norte, disse nesta quarta-feira, o ministro porta-voz do Governo, Yasuo Fukuda.

De acordo com o tratado de segurança com os Estados Unidos, a Casa Branca será consultada antes do posicionamento do sistema Patriot Advanced Capability-3, com capacidade de interceptar mísseis em vôo, acrescentou.

Fontes jornalísticas informaram que a Agência de Defesa do Japão planeja aumentar seu pedido de orçamento para o ano fiscal de 2004. O objetivo é a renovação de seus equipamentos, e o Patriot PAC-3 faz parte de um possível plano de compra.

A Coréia do Norte recentemente fez dois testes com mísseis de curto alcance, apesar de o primeiro-ministro japonês, Junichiro Koizumi, e o dirigente norte-coreano, Kim Jong Il, terem chegado a um acordo em setembro para que o regime comunista mantivesse sua moratória voluntária sobre testes de mísseis balísticos até depois de 2003.

Na última terça-feira, o Japão anunciou que detectou um terceiro lançamento de míssil na Coréia do Norte, em uma informação que foi posteriormente desmentida pelo Ministério da Defesa da Coréia do Sul.

Embora os lançamentos tenham aumentado a tensão na península da Coréia depois que os EUA revelaram que Pyongyang mantinha um programa nuclear secreto, o regime comunista garantiu que a fabricação e posicionamento de mísseis são um “direito soberano” de sua defesa nacional, e que não ameaçam outros países.