João Victor Oliva alcança nota histórica no adestramento

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado sábado, 24 de julho de 2021 as 11:38, por: CdB

O cavaleiro João Victor Marcari Oliva, montando Escorial Horsecampline, alcançou na madrugada deste sábado, no horário de Brasília, a melhor nota do país no hipismo adestramento na história das Olimpíadas.

Por Redação, com ABr – de Tóquio

O cavaleiro João Victor Marcari Oliva, montando Escorial Horsecampline, alcançou na madrugada deste sábado, no horário de Brasília, a melhor nota do país no hipismo adestramento na história das Olimpíadas.

Cavaleiro chega a média geral de 70,419% no primeiro dia de disputas

O filho da multicampeã do basquete, Hortência, obteve a nota média geral de 70,419%. Essa é a segunda participação do atleta em Olimpíadas. No Rio de Janeiro, em 2016, ele ficou com 68,071%. Cinco dos sete juízes avaliaram o conjunto com notas acima de 70%. Um deles deu a nota 68,370% e a outra avaliou o desempenho em 68,261%.

A prova

– O resultado foi dentro do que esperava. Fiz um errozinho, em um zigue-zague a galope que tem peso dois. Porém estou muito contente, senti o cavalo muito bem lá dentro. Sempre tem alguma coisa para acontecer. Nunca é perfeita a prova, então a gente tem sempre que melhorar com os erros e aprender com eles – avaliou João à assessoria da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH).

Participam do Grand Prix 59 atletas de 29 países. A prova foi dividida em duas seções que acontecem e neste domingo. O Grand Prix vale como qualificatória das disputas individuais.

A classificação final do conjunto verde e amarelo será conhecida apenas o encerramento desta etapa. Até o momento, eles estão na na quinta posição do grupo A. Seguem adiante os dois primeiros colocados de cada grupos e os donos das outras seis melhores pontuações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code