Joe Biden diz que decisão sobre Olimpíada ‘tem que se basear na ciência’

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021 as 14:05, por: CdB

Qualquer decisão sobre a realização dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, adiados por um ano por causa da pandemia do novo coronavírus, tem que se basear na ciência, disse o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, em um programa de rádio.

Por Redação, com Reuters – de Washington

Qualquer decisão sobre a realização dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, adiados por um ano por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), tem que se basear na ciência, disse o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, em um programa de rádio.

Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

Os Jogos estão programados para começar em menos de seis meses, e o governo japonês e o Comitê Olímpico Internacional (COI) estão prometendo realizá-los tal como planejados, mas sob condições rígidas que poderiam incluir a ausência de espectadores.

Biden, que falou em um programa de rádio da Westwood One Sports transmitido no domingo durante o intervalo do Super Bowl, disse esperar que a Olimpíada aconteça, principalmente pelos atletas que treinaram tanto para ela.

Jogos com segurança

– Conversei com o primeiro-ministro do Japão, ele está trabalhando muito duro para estar em condição de abrir os Jogos com segurança, a realizar os Jogos, e acho que isso tem que se basear na ciência, se é seguro ou não eles ocorrerem – disse Biden.

Biden, que tomou posse em janeiro, disse que detesta imaginar os atletas impossibilitados de competir.

– Imagine todos aqueles atletas olímpicos que trabalham durante quatro anos, quatro anos por uma chance, e de repente essa oportunidade se perde”. E acrescentou: “Eles são as pessoas pelas quais me condôo, mas temos que fazê-lo com base na ciência. Somos um governo baseado na ciência, acho que o resto do mundo também é. Espero que possamos participar, espero que seja possível, mas ainda veremos.