Joe Biden diz à Mossad que EUA ‘não estão perto de retornar ao acordo nuclear’

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 3 de maio de 2021 as 14:46, por: CdB

Em reunião na Casa Branca, chefe da Mossad e o presidente norte-americano teriam conversado por uma hora sobre questões relacionadas ao Irã. O encontro também contou com a participação do porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, Jake Sullivan. 

Por Redação, com Sputnik – de Washington

Em reunião na Casa Branca, chefe da Mossad e o presidente norte-americano teriam conversado por uma hora sobre questões relacionadas ao Irã.

Presidente norte-americano, Joe Biden

Na sexta-feira, o presidente norte-americano, Joe Biden, teria encontrado com o chefe da Mossad, Yossi Cohen, em uma reunião que durou cerca de uma hora na Casa Branca, segundo o The Times of Israel.

Na reunião, após Cohen dizer que seria um erro Washington voltar ao acordo nuclear sem melhorá-lo, Biden teria respondido que os EUA ainda “têm um longo caminho a percorrer nas negociações com o Irã antes de concordar com o retorno ao cumprimento total do acordo nuclear”, relatou um alto funcionário israelense à mídia.

O encontro também contou com a participação do porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, Jake Sullivan. A presença de Biden foi anunciada como se fosse um acaso, sem ser esperada, como se o presidente tivesse “entrado” na reunião de surpresa para expressar condolências pela tragédia em Meron, que vitimou dezenas de pessoas na semana passada em Israel.

Porém, nas entrelinhas, o alto funcionário israelense contestou essa versão, dizendo que a reunião entre o diretor da Mossad e Biden não foi um acaso, mas sim um encontro pré-agendado especificamente para discutir o Irã.

A reunião teria acontecido de manhã cedo, logo após um telefonema entre Biden e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, durante o qual o presidente norte-americano apresentou condolências pela tragédia, segundo o portal Axios.

Várias questões discutidas

No último dia 27, o embaixador israelense nos EUA, Gilad Erdan, se encontrou com Jake Sullivan e outros dois altos funcionários norte-americanos para uma reunião. Em meio a várias questões discutidas, Israel usou a ocasião para “expressar fortes preocupações” sobre o Irã, disse uma autoridade.

Sobre a reunião da última sexta-feira, o Departamento de Estado dos EUA se recusou a comentar ou mesmo confirmar que o encontro havia acontecido, mas disse que o governo Biden está comprometido com a coordenação e transparência com Israel em sua diplomacia nuclear com o Irã, segundo o The Times of Israel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code