Jogador do Bahrein desembarca na Austrália após deixar prisão na Tailândia

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 12 de fevereiro de 2019 as 13:33, por: CdB

O jogador, que chegou à Austrália em 2014 após fugir do seu país, foi detido no dia 27 de novembro do ano passado, logo assim que chegou em Bangcoc ao lado de sua esposa para passar a lua de mel.

Por Redação, com EFE – de Sydney

O jogador do Bahrein, Hakeem al Araibi, chegou nesta terça-feira em Melbourne, na Austrália, após passar mais de dois meses preso na Tailândia por um pedido de extradição para seu país.

O jogador do Bahrein, Hakeem al Araibi, chegou nesta terça-feira em Melbourne

Ele desembarcou por volta das 13h (horário local, 0h de Brasília) e foi recebido por uma multidão de fãs e veículos de imprensa que esperavam do lado de fora do terminal com cartazes que diziam: “Bem-vindo a casa, Hakeem”.

– Obrigado Austrália e a todo povo australiano, aos veículos de imprensa australianos, ao governo australiano, aos grupos de direitos humanos. Isto significa muito para mim – disse o jogador.

– Vou ser mais forte para a Austrália, a Austrália é o meu país, eu amo a Austrália – completou o jogador, acompanhado do ex-capitão da seleção australiana, Greg Foster, que liderou uma campanha para conseguir sua libertação.

Na segunda-feira, um tribunal tailandês ordenou a libertação de Al Araibi depois que a promotoria retirasse o pedido feito pelo Bahrein contra o jogador de 25 anos, que defende a equipe semiprofissional do Pascoe Vale.

O jogador, que chegou à Austrália em 2014 após fugir do seu país, foi detido no dia 27 de novembro do ano passado, logo assim que chegou em Bangcoc ao lado de sua esposa para passar a lua de mel.

A detenção foi resultado de uma ordem emitida pela Interpol, que posteriormente foi retirada, e do processo de extradição apresentado pelo Bahrein, que o condenou à revelia a dez anos de prisão por danos em uma delegacia durante um protesto da Primavera Árabe.

O caso provocou uma crise diplomática entre Tailândia e Austrália, cujo governo pediu várias vezes a libertação de Araibi, a quem reconheceu como refugiado em 2017, uma reivindicação que contou com a adesão da Fifa e de outros atletas de renome.

O jogador, que denunciou que foi torturado em 2012 antes de fugir de Bahrein, defendeu sua inocência ao alegar que estava disputando uma partida com a seleção de seu país quando ocorreram os fatos pelos quais foi condenado.

Morte de Sala

A UEFA decretou um minuto de silêncio nas partidas que serão disputadas nesta semana pela Liga dos Campeões e pela Liga Europa em respeito à morte do atacante argentino Emiliano Sala.

Os clubes que atuarão nesta semana nas duas competições continentais também têm a opção de usar braceletes negros em memória a Sala, que nasceu na Argentina, mas jogou grande parte de sua carreira profissional na França.

– Eu gostaria de expressar as minhas mais sinceras condolências à família e aos entes queridos de Emiliano – manifestou o presidente da UEFA, Aleksander Ceferin

Além disso, Ceferin solicitou a “todos os torcedores que respeitem a memória do jogador nos próximos dias”.

Emiliano Sala, de 28 anos, morreu em 21 de janeiro quando o pequeno avião no qual viajava caiu no Canal da Mancha.

O jogador tinha acabado de ser contratado pelo Cardiff, procedente no Nantes, da França.

Diego Costa volta aos treinos no Atlético de Madrid

O atacante Diego Costa voltou a treinar com os companheiros de Atlético de Madrid nesta terça-feira, após 69 dias de recuperação da cirurgia no quinto metatarso do pé esquerdo à qual foi submetido.

O brasileiro naturalizado espanhol foi ao gramado e participou das atividades sem limitações junto aos demais jogadores companheiros. O treino também contou com a presença do zagueiro Stevan Savic, que há um mês sofreu uma lesão na coxa esquerda.

Apesar das boas notícias, o Atlético ainda não pôde contar com o meia Koke, que se recupera de uma lesão na coxa direita, motivo pelo qual desfalcou o time nos últimos três jogos.

Também não participaram das atividades o lateral-esquerda Lucas Hernández, que recupera a forma física após uma lesão, e o meia Rodri, que ainda sente dores na coxa esquerda.

O elenco colchonero foca na partida do próximo sábado, contra o Rayo Vallecano, fora de casa, pela 24ª rodada do Campeonato Espanhol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *