Jogador italiano rapta, mata a namorada e se suicida

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 2 de junho de 2018 as 16:24, por: CdB

Os corpos de Zini e Elisa foram encontrados na manhã deste sábado, dentro de um carro estacionado diante de um campo esportivo. Crime passional.

 

Por Redação, com Ansa – de Pisa, Itália

 

O jogador italiano de futebol Federico Zini, de 25 anos, raptou e assassinou a ex-namorada Elisa Amato, de 30 anos, e se suicidou, em seguida. A cena do crime foi a pacata cidade de Prato, na província de Pisa.

Zini e a ex-namorada terminaram o namoro há mais de um ano
Zini e a ex-namorada terminaram o namoro e o caso se tornou um crime passional

Zini atingiu a jovem com três tiros.

Os corpos de Zini e Elisa foram encontrados na manhã deste sábado, dentro de um carro estacionado diante do campo esportivo da Rua Vecchia Fornace, na periferia de San Miniato.

Pistola

Segundo a polícia, o casal havia se separado há cerca de um ano. Desde então, Zini, que jogava pelo Tuttocuoio, da Série C, perseguia Elisa e tentava reatar o namoro. Não há, contudo, nenhum registro de grigas ou de denúncias por parte da jovem contra o atleta.

A pistola usada no crime estava registrada no nome do jogador.

Ele teria comprado a arma logo após conseguir uma permissão judicial. Zini havia começado sua carreira na categoria juvenil do Empoli, como atacante. Depois de algumas experiências na Liga Pro e na Série D, tentou a sorte no exterior. Atuou em Malta, Mongólia, Filipinas e na Bulgária; antes de voltar ao seu país natal.