Jogadores espanhóis se preocupam com volta do futebol

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 24 de abril de 2020 as 13:01, por: CdB

A Associação Espanhola de Jogadores (AFE) está preocupada com atletas submetidos a testes em larga escala para o novo coronavírus, pois acredita que outras partes da sociedade precisam de testes com mais urgência.

Por Redação, com Reuters – de Barcelona

A Associação Espanhola de Jogadores (AFE) está preocupada com atletas submetidos a testes em larga escala para o novo coronavírus, pois acredita que outras partes da sociedade precisam de testes com mais urgência, informou a organização em comunicado nesta sexta-feira.

Jogadores espanhóis se preocupam com volta do futebol e pedem esclarecimento sobre testes
Jogadores espanhóis se preocupam com volta do futebol e pedem esclarecimento sobre testes

O futebol na Espanha está suspenso indefinidamente desde março, embora a entidade organizadora La Liga tenha enviado um protocolo aos clubes das duas principais divisões, descrevendo as condições para o reinício do treinamento, que inclui testes rigorosos para jogadores e comissão técnica.

O presidente da La Liga, Javier Tebas, disse que as partidas em estádios fechados podem começar em 29 de maio, 7 de junho ou 28 de junho, numa tentativa de completar as últimas 11 rodadas da temporada e evitar perdas potenciais de 1 bilhão de euros.

O comunicado da associação de jogadores informou que escreveu ao ministério da saúde e do esporte para perguntar se os clubes estavam autorizados a realizar testes.

As preocupações

Reiterou também as preocupações dos jogadores em voltar ao trabalho enquanto o vírus ainda é uma ameaça e disse que eles temem ser estigmatizados pelo público por usar equipamentos de teste em um momento de maior necessidade pública.

“A AFE deseja ressaltar que os jogadores de futebol deixaram claro que outros grupos da sociedade precisam de testes e acesso a equipamentos de saúde mais do que eles”, afirmou o comunicado.

“Como trabalhadores, os jogadores de futebol farão o que for solicitado pelos clubes, desde que não haja riscos, e é por isso que acreditamos que é absolutamente necessário que o governo forneça clareza sobre os testes.”

O protocolo da La Liga, que foi distribuído aos clubes e visto pela Reuters, afirma que os jogadores serão submetidos a pelo menos três testes antes de retornar à ação. Os jogadores também serão obrigados a viver juntos em isolamento, longe de suas famílias.

Plano para os atletas

O ministério do esporte divulgou nesta sexta-feira um comunicado descrevendo um plano para os atletas profissionais voltarem ao trabalho, afirmando que os jogadores das duas principais divisões de futebol e basquete podem voltar a treinar em 18 ou 25 de maio.

A Espanha tem o terceiro maior número de mortes por covid-19 no mundo, 22.524, mas seu número diário de mortes caiu para o menor em mais de um mês na sexta-feira, e o governo se prepara para aliviar um dos mais rígidos isolamentos da Europa a partir de maio.

Manchester United

O Manchester United enviou a seus jogadores vídeos de meditação e blogs de saúde mental com o objetivo de ajudá-los a permanecer positivos durante o isolamento devido à pandemia de covid-19, informou o The Times nesta sexta-feira.

Os jogadores também foram incentivados a participar de um curso da Open University sobre nutrição e alimentação saudável e foram orientados sobre como lidar com os filhos que estão em casa o dia todo com as escolas fechadas.

O médico do time principal, Steve McNally, disse no início desta semana que os jogadores receberam um pacote de recursos.

– Pensamos nisso quando soubemos que iríamos entrar em confinamento, e montamos um pacote com vários recursos que eles podem aproveitar se quiserem – disse McNally ao site do clube.

– Nós não buscamos analisá-los todos os dias e deixá-los preocupados demais com essas coisas. Queremos positividade.

O técnico da equipe, Kieran McKenna, disse que é importante que os jogadores também sintam uma conexão durante o isolamento. “Acredito que eles estão conseguindo isso de várias maneiras diferentes”, afirmou McKenna.

O Manchester United não está sozinho em se concentrar na saúde mental de seus jogadores. O técnico do Arsenal, Mikel Arteta, disse que o psicólogo do clube está em constante comunicação com os atletas para oferecer ajuda.