Johnson se isola após contato com pessoa que testou positivo para covid-19

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 16 de novembro de 2020 as 12:52, por: CdB

O premiê do Reino Unido, Boris Johnson, confirmou no fim da noite deste domingo que entrou em isolamento após ter contato com uma pessoa que testou positivo para o coronavírus Sars-CoV-2.

Por Redação, com ANSA – de Londres

O premiê do Reino Unido, Boris Johnson, confirmou no fim da noite deste domingo que entrou em isolamento após ter contato com uma pessoa que testou positivo para o coronavírus Sars-CoV-2.

Boris Johnson voltou a entrar em isolamento por conta da covid-19
Boris Johnson voltou a entrar em isolamento por conta da covid-19

Em um vídeo postado nas redes sociais, o político informou que “está com boa saúde e não tem sintomas”. “Eu fui instruído pelo nosso NHS Test & Trace (sistema de rastreamento da saúde pública) a me autoisolar por duas semanas, após ter contato com alguém que estava com covid-19”, disse ainda o primeiro-ministro.

O isolamento e reforçado

A confirmação ocorre poucas horas após um dos porta-vozes do seu Gabinete ter informado sobre o isolamento e reforçado que Johnson continuará trabalhando normalmente.

Segundo as informações oficiais, o premiê se reuniu com um grupo de parlamentares na última quinta-feira para uma reunião de trabalho e, entre as pessoas que estavam no encontro, estava Lee Anderson, que confirmou que havia contraído o vírus poucos dias depois.

O governo britânico ainda informou que todos os protocolos de segurança foram seguidos, mas como a reunião se prolongou por algumas horas, a melhor orientação é de fazer o autoisolamento.

Entre março e abril deste ano, Johnson ficou em tratamento contra o novo coronavírus precisando, inclusive, de atendimento em uma unidade de terapia intensiva (UTI) do hospital público St. Thomas. O premiê ficou afastado por um mês para finalizar o tratamento.

O anúncio também ocorre em um momento crítico da pandemia no Reino Unido, que atualmente vive seu segundo lockdown para controlar o avanço da covid-19. As restrições seguem até 2 de dezembro, ao menos. Conforme dados da Universidade Johns Hopkins, o Reino Unido contabiliza 1.372.884 casos do coronavírus desde fevereiro deste ano e 52.026 mortes, a maior quantidade de óbitos em números totais da Europa.