Jornalista é ferido por polícia da França quando filmava protesto

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 9 de dezembro de 2020 as 11:35, por: CdB

O protesto no centro de Paris foi convocado por causa de alegações de brutalidade policial e para manifestar oposição a um projeto de lei que tornará mais difícil para jornalistas compartilhar imagens de policiais.

Por Redação, com Reuters – de Paris

Um operador de câmera da agência inglesa de notícias Reuters que filmava um protesto no Centro de Paris no sábado foi jogado ao chão por um policial e ficou ferido.

Policiais durante protesto contra lei que, segundo críticos, criminaliza a divulgação dos rostos de policiais e infringe a liberdade de imprensa
Policiais durante protesto contra lei que, segundo críticos, criminaliza a divulgação dos rostos de policiais e infringe a liberdade de imprensa

O vídeo do incidente, gravado pelo operador de câmera Clotaire Achi, mostrou um pequeno grupo de manifestantes parados e gritando contra policiais de choque que estavam posicionados a poucos metros de distância.

A polícia correu em direção aos manifestantes, e um policial com cassetete e escudo avançou diretamente contra Achi, derrubando-o no chão, mostrou a filmagem.

Achi sofreu lesão no ombro e no braço direito, e um médico o dispensou do trabalho por uma semana.

O operador de câmera da Reuters usava uma pulseira com a palavra francesa Presse (Imprensa) em letras grandes.

Um porta-voz da Reuters disse: “Nós nos opomos veementemente ao ataque policial contra um jornalista da Reuters em Paris neste fim de semana e abordaremos a situação com as autoridades”.

Violência

Questionado sobre o incidente, um representante do departamento de polícia de Paris afirmou: “Qualquer pessoa que se considere vítima de violência por parte da polícia pode, com bons resultados, apresentar uma queixa às autoridades competentes”.

O protesto no centro de Paris foi convocado por causa de alegações de brutalidade policial e para manifestar oposição a um projeto de lei que tornará mais difícil para jornalistas compartilhar imagens de policiais.