Julia Roberts estreia na TV em série sobre agência secreta

Arquivado em: Cultura, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado sábado, 8 de setembro de 2018 as 16:11, por: CdB

O thriller psicológico, baseado em um podcast com o mesmo nome, é estrelado por Roberts como Heidi Bergman, uma assistente social empregada por uma agência governamental secreta.

 

Por Redação, com Reuters – de Toronto

 

Estrela de “Uma Linda Mulher”, Julia Roberts pisou o tapete vermelho nesta sexta-feira para promover sua primeira série de televisão, “Homecoming”, da Amazon Studios, no Festival Internacional de Toronto.

Julia Roberts estreia em série para a TV, produzida pela Amazon.com
Julia Roberts estreia em série para a TV, produzida pela Amazon.com

Roberts, 50, é a última grande estrela de Hollywood a realizar a transição para a televisão, juntando-se a nomes como Jane Fonda, Meryl Streep e John Travolta. Muitos, como Roberts, assinaram acordos com séries de serviços de streaming, como Amazon e Netflix, que estão atraindo audiência da televisão.

Agência secreta

Roberts não deu importância para toda a atenção em torno da mudança das telas grandes para as menores.

— É tudo a mesma coisa. É tudo coração, tudo desafiador, tudo recompensador — disse a repórteres no tapete vermelho de Toronto.

O thriller psicológico, baseado em um podcast com o mesmo nome, é estrelado por Roberts como Heidi Bergman, uma assistente social empregada por uma agência governamental secreta em um programa chamado “Homecoming”, cuja proposta é ajudar veteranos voltando da guerra na transição para a vida civil.

Thriller

A narrativa pula entre a passagem do personagem pelo “Homecoming” e um futuro em que Roberts atua como uma garçonete em um restaurante, sem conseguir se lembrar de muito do que fez no programa.

Os primeiros quatro episódios mostrados no festival mostram acontecimentos sinistros que indicam que “Homecoming” não é o programa benevolente que se propõe a ser.

— É um mistério, um thriller. Há algumas questões muito grandes e esperamos que o que sabemos ao fim da série responderá todas essas questões. No fim do dia, é sobre pessoas. É sobre como elas se conectam entre elas, como elas se desconectam entre elas — afirmou o diretor Sam Esmail, à plateia, depois de mostrar os episódios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *