Justiça determina perícia em radares da Ponte Rio-Niterói

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 11 de março de 2022 as 12:19, por: CdB

Segundo o sindicato, uma análise dos cronotacógrafos, equipamentos que medem a velocidade dos veículos, mostrou que os ônibus multados não excederam a velocidade máxima permitida na rodovia, de 80 km/h.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

A Justiça Federal determinou a realização de perícia nos radares fixos de controle de velocidade instalados na Ponte Rio-Niterói, que é parte da rodovia federal BR-101. A 1ª Vara Federal de Niterói, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro, atendeu a um pedido do Sindicato dos Rodoviários de Niterói e Arraial do Cabo (Sintronac).

Vista da Ponte Rio-Niterói a partir da barca que faz a ligação entre a Praça XV e a Ilha de Paquetá.

A data da perícia, no entanto, ainda não foi definida. O sindicato contesta 2,1 mil multas aplicadas pela União em 250 motoristas de ônibus, durante o ano de 2018.

Cronotacógrafos

Segundo o sindicato, uma análise dos cronotacógrafos, equipamentos que medem a velocidade dos veículos, mostrou que os ônibus multados não excederam a velocidade máxima permitida na rodovia, de 80 km/h.

Por meio de nota, a Advocacia-Geral da União (AGU) informou que já foi intimada pela Justiça. “No entanto, o prazo para manifestação ainda não foi iniciado.

A União se manifestará nos autos, no momento oportuno”, diz a nota divulgada pela assessoria de imprensa da AGU.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code