Justiça investiga ameaça de traficantes a alunos e professores de escolas de Campos

Arquivado em: Educação, Ensino Básico, Ensino Médio
Publicado sexta-feira, 23 de março de 2018 as 13:21, por: CdB

Segundo a Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Infância e Juventude da Comarca de Campos dos Goytacazes, “a situação teria se agravado nos últimos dias

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro:

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) instaurou inquérito civil, com o objetivo de apurar a existência de “ameaças e constrangimentos” por parte de traficantes à integridade física e psíquica de professores e alunos das escolas da rede municipal de Campos dos Goytacazes, no norte Fluminense. As unidades estão situadas nos bairros Santa Rosa, Codin e Parque Eldorado, todos no distrito de Guarus.

MPRJ investiga ameaça de traficantes a alunos e professores de escolas de Campos

Segundo a Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Infância e Juventude da Comarca de Campos dos Goytacazes, “a situação teria se agravado nos últimos dias, com registros de tiroteios e consequente fechamento das unidades educacionais com a suspensão das aulas, fatos ocorridos nos CIEPs (Centros Integrados de Educação Pública) Pedro Álvares Cabral e Carmem Carneiro, e na Escola Municipal Branca Peçanha”, entre outras, “por ordem direta de traficantes”.

MPRJ

Diante da gravidade da situação, o MPRJ realizou no início desta tarde; em sua sede em Campos; reunião para tratar da questão da ausência de segurança nas imediações das escolas do distrito de Guarus.

Foram convocados para a reunião o Comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM); o secretário municipal de Educação e representantes do Sindicato dos Professores.

Nela, serão discutidas medidas que poderão ser tomadas pela Secretaria Municipal de Educação; e também pelas forças policiais para garantir o funcionamento das escolas, com segurança e tranquilidade. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *