Kim ordena medidas de segurança ‘ofensivas’ antes de prazo para conversa nuclear

Arquivado em: Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 30 de dezembro de 2019 as 11:42, por: CdB

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, pediu durante uma reunião do partido governista medidas “positivas e ofensivas” para garantir a segurança antes do prazo de fim de ano.

Por Redação, com Reuters – de Seul

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, pediu durante uma reunião do partido governista medidas “positivas e ofensivas” para garantir a segurança antes do prazo de fim de ano que estabeleceu para as conversas de desnuclearização com os Estados Unidos, informou a agência de notícias estatal KCNA nesta segunda-feira.

Líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un
Líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un

Kim convocou uma reunião no final de semana com autoridades de alto escalão do Partido dos Trabalhadores da Coreia para debater questões políticas em meio à elevação da tensão resultante do prazo que deu para os EUA suavizarem sua postura nas negociações hoje travadas sobre o desmantelamento dos programas nuclear e de mísseis de Pyongyang.

A reunião

Em uma sessão de domingo, Kim sugeriu ações nas áreas das relações exteriores, da indústria de munições e das Forças Armadas, enfatizando a necessidade de adotar “medidas positivas e ofensivas para garantir plenamente a soberania e a segurança de nosso país”, noticiou a KCNA, sem dar detalhes.

A reunião foi a maior sessão plenária do 7º Comitê Central do partido desde o primeiro encontro sob o comando de Kim, em 2013, de acordo com o Ministério da Unificação de Seul, encarregado de assuntos intercoreanos.

O principal órgão de formulação de políticas recebeu várias centenas de participantes, mostrou a televisão estatal nesta segunda-feira. O comitê também se reuniu em 2018 e em abril, mas em escala muito menor.

A KCNA disse que a reunião ainda estava em andamento. É a primeira vez que ela dura mais de um dia desde que Kim tomou posse, no final de 2011, disse o porta-voz do ministério, Lee Sang-min, em um briefing de rotina.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *