Lazio suspende instrutor de águia por fazer saudação fascista

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 20 de outubro de 2021 as 13:37, por: CdB

Na gravação, Bernabè aparece realizando a “saudação romana”, que virou símbolo do fascismo, para torcedores do time da capital presentes no Estádio Olímpico, em Roma. O caso aconteceu no jogo entre Lazio e Internazionale, disputado no último sábado.

Por Redação, com ANSA – de Roma

O espanhol Juan Bernabè, falcoeiro da Lazio que cuida da águia Olympia, foi suspenso nesta quarta-feira das suas atividades, após ter sido filmado fazendo uma saudação fascista para torcedores.

Vídeo que aparece Juan Bernabè fazendo o gesto viralizou nas redes sociais

Na gravação, Bernabè aparece realizando a “saudação romana”, que virou símbolo do fascismo, para torcedores do time da capital presentes no Estádio Olímpico, em Roma. O caso aconteceu no jogo entre Lazio e Internazionale, disputado no último sábado.

O instrutor do mascote da Lazio fez a saudação enquanto os fãs do clube italiano gritavam “Duce!”, apelido do ditador fascista Benito Mussolini.

“Ao saber da existência do vídeo que retrata Juan Bernabè em atitudes que ofendem a empresa, os torcedores e os valores em que a comunidade se inspira, medidas foram tomadas em relação ao caso, como a suspensão imediata do serviço do interessado e a eventual rescisão dos contratos existentes”, informou a Lazio.

Natural de Cádiz, Bernabè ocupava a função desde a temporada 2010/11 e realizou o mesmo serviço no Benfica, de Portugal, já que o clube também tem uma águia como mascote. Ele deverá ser substituído pelo próprio irmão, José Maria.

Comunidades judaicas

Noemi Di Segni, presidente da União das Comunidades Judaicas, criticou a ação de Bernabé em um comunicado divulgado nesta quarta-feira.

“Diante dos gestos e símbolos que evocam ideais fascistas, não pode haver ambiguidade e hesitação. O vídeo em que aparece o adestrador da águia Olympia, e que se tornou viral, não deixa margem para dúvidas”, comentou a instituição.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code