Lentidão nos computadores ainda atrapalha atendimento nos postos do INSS

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 17 de novembro de 2004 as 01:45, por: CdB

Milhares de aposentados e segurados do INSS continuaram enfrentando na terça-feira problemas com o sistema de informática do INSS. Em São Paulo os postos abriram mais cedo e em Belo Horizonte a PM acompanhou o andamento das filas. Em Salvador o tempo médio de atendimento foi de 40 minutos.

A lentidão no sistema já dura dez dias. A comissão que apura as causas dos problemas tem 30 dias para concluir as investigações. Segundo o Ministério da Previdência, a responsabilidade é da Dataprev.

A empresa declara que precisa de investimentos para melhorar o sistema e que dos R$ 35 milhões destinados para este ano, o INSS teria repassado apenas R$ 4 milhões.

Já o INSS diz que repassou R$10 milhões na última sexta-feira para a empresa e que outros R$32 milhões aguardam liberação da Câmara dos Deputados.