Lesão afasta De Bruyne do Manchester City por três meses

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 17 de agosto de 2018 as 14:10, por: CdB

De Bruyne, que entrou como reserva na vitória de 2 a 0 sobre o Arsenal no primeiro jogo do City na liga inglesa no último final de semana, se machucou durante um treinamento nesta semana

Por Redação, com Reuters – de Londres

Kevin de Bruyne, meio-campista do Manchester City, ficará fora de ação durante três meses, mas não precisará de uma cirurgia, depois que tomografias revelaram a extensão da lesão em seu joelho, informou o time inglês nesta sexta-feira.

Kevin de Bruyne, meio-campista do Manchester City, ficará fora de ação durante três meses

De Bruyne, que entrou como reserva na vitória de 2 a 0 sobre o Arsenal no primeiro jogo do City na liga inglesa no último final de semana, se machucou durante um treinamento nesta semana.

– O Manchester City confirma que Kevin De Bruyne sofreu uma lesão no ligamento colateral lateral de seu joelho direito – disse o clube em um comunicado.

– Nenhuma cirurgia será necessária, e o meio-campista deve ficar afastado por cerca de três meses.

De Bruyne marcou oito gols e fez 16 assistências quando o City foi campeão na temporada passada batendo um recorde de 100 pontos.

Neste ano o jogador de 27 anos da Bélgica ajudou sua seleção a chegar à semifinal da Copa do Mundo da Rússia.

O City enfrenta o Huddersfield Town na liga no sábado.

Atacante Mandzukic

O atacante Mario Mandzukic anunciou sua aposentadoria da seleção da Croácia, quase um mês depois de ajudar a nação dos Bálcãs a chegar à final da Copa do Mundo pela primeira vez.

O atacante de 32 anos da Juventus marcou 33 gols pela seleção da Croácia, dois a menos que o artilheiro Davor Suker, em 89 partidas desde sua estreia em 2007.

Mandzukic fez três gols na Copa do Mundo na Rússia na campanha de sua seleção rumo à decisão do Mundial, que os croatas perderam de 4 a 2 para a França.

– Não existe momento ideal para se aposentar. Se possível, todos nós jogaríamos pela Croácia até morrermos, já que não existe orgulho maior, mas sinto que este momento chegou para mim, agora – disse Mandzukic em um comunicado publicado no site da seleção.

– Dei o melhor de mim para a Croácia, contribuí para o maior sucesso do futebol croata… a partir de hoje meu lugar é ao lado de vocês,  entre os torcedores mais fiéis da Croácia.

Além de duas edições da Copa do Mundo, Mandzukic também representou a Croácia em duas Eurocopas e foi eleito melhor jogador do ano de seu país em 2012 e 2013.

Assim como Mandzukic, o goleiro Danijel Subasic, de 33 anos, também anunciou nesta quarta-feira sua aposentadoria da seleção da Croácia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *