Lesão pode tirar Sergio Aguero do clássico de Manchester, diz Guardiola

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 25 de novembro de 2019 as 14:16, por: CdB

O City está no topo do Grupo C da Liga dos Campeões com 10 pontos, cinco à frente de Donetsk e Dinamo Zagreb, com dois jogos pela frente.

Por Redação, com Reuters – de Londres

O atacante Sergio Aguero, do Manchester City, ficará afastado dos gramados por algumas semanas com uma lesão de tendão que pode afastá-lo do clássico de Manchester contra o United no próximo mês, disse o técnico Pep Guardiola nesta segunda-feira.

Sergio Aguero, do Manchester City, durante partida contra o Chelsea
Sergio Aguero, do Manchester City, durante partida contra o Chelsea

Aguero saiu de campo mancando e foi substituído por Gabriel Jesus na vitória de 2 a 1 no sábado contra o Chelsea, e Guardiola disse que seria necessário um “milagre” para o argentino estar apto para o jogo da Premier League contra o United em 7 de dezembro.

– (Aguero vai perder) alguns jogos, não sei exatamente – disse Guardiola a repórteres na véspera do jogo de terça-feira da Liga dos Campeões contra o Shakhtar Donetsk.

– O clássico é daqui a duas semanas. Talvez tenhamos um milagre, mas acho que não. Ele tem um problema de tendão pela frente – acrescentou.

– Sentiremos falta de Sergio, tivemos alguns problemas com lesões, mas vamos esperar por ele. Enquanto isso, temos Gab (Jesus) e (Raheem) Sterling que podem jogar nessa posição. Vamos viver sem ele por um tempo – disse.

No entanto, Guardiola disse que Rodri e David Silva, que foram substituídos contra o Chelsea por cãibras, estão em condições de jogar, enquanto Oleksandr Zinchenko ainda está se recuperando de uma cirurgia no joelho.

Qualidade

– É claro que é o período mais difícil que está chegando agora, mas é o que é. Preferíamos ter todos, mas… temos jogadores bons o suficiente para ter qualidade suficiente – afirmou.

O City está no topo do Grupo C da Liga dos Campeões com 10 pontos, cinco à frente de Donetsk e Dinamo Zagreb, com dois jogos pela frente.