Lewis Hamilton lidera treinos livres em Melbourne

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Fórmula 1, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 23 de março de 2018 as 14:29, por: CdB

Depois de percorrer o circuito de Albert Park em 1min24seg026 e liderar a primeira sessão da nova temporada, Hamilton melhorou a marca ligeiramente com o tempo de 1min23seg931 na segunda sessão do agradável dia de outono

Por Redação, com Reuters – de Melbourne:

O tetracampeão de Fórmula 1 Lewis Hamilton dominou as tabelas de tempos com sua Mercedes nas duas sessões de treinos livres para o Grande Prêmio da Austrália nesta sexta-feira, mas a Red Bull de Max Verstappen mostrou um ritmo bom o suficiente para preocupar a hegemonia da Mercedes.

Piloto da Mercedes Lewis Hamilton durante treino livre para o GP da Austrália, em Melbourne

Depois de percorrer o circuito de Albert Park em 1min24seg026 e liderar a primeira sessão da nova temporada, Hamilton melhorou a marca ligeiramente com o tempo de 1min23seg931 na segunda sessão do agradável dia de outono.

– O carro está mais rápido aqui do que no ano passado, então dá uma sensação melhor em todos os lugares – disse o britânico a repórteres.

– Ficou mais apertado na segunda sessão livre em termos da distância entre todos nós, mas isso foi empolgante. É mais desafiador para mim tentar fazer o carro render um pouco mais.

Mas Verstappen, grande promessa da Red Bull, estava em seu encalço e terminou a segunda sessão só 0seg127 atrás do atual campeão mundial.

Mercedes

Aumentando a esperança de haver competição com a Mercedes, que ficou com os títulos de pilotos e construtores nos últimos quatro anos, apenas três décimos de segundo separaram os campeões dos carros da Red Bull e da Ferrari.

Verstappen se espremeu entre os pilotos da Mercedes, e Valtteri Bottas, colega de equipe de Hamilton, ficou com o terceiro melhor tempo.

– Isso é o que eu chamo de um início de temporada positivo – tuitou Verstappen. “O carro aguentou bem e estou feliz com o dia de hoje”.

Quarto na tabela de tempos da segunda sessão, Kimi Raikkonen mostrou por que a Ferrari também pode estar na disputa na corrida de domingo, mas terá que lidar com eventual punição por ter supostamente atrapalhado o também finlandês Bottas, que quase bateu em sua traseira e foi parar na caixa de brita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *