Lewis Hamilton vence no Bahrein, em um final de prova eletrizante

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Fórmula 1, Últimas Notícias
Publicado domingo, 28 de março de 2021 as 16:50, por: CdB

Hamilton e Verstappen disputaram volta a volta desde o início da corrida, onde o holandês largou em primeiro e o heptacampeão, em segundo. Além deles, a etapa começou bastante agitada, com o acidente do novato Nikita Mazepin, da Haas, que provocou a entrada do carro de segurança, na pista.

Por Redação, com Ansa – de Manama

Em um final eletrizante, o piloto britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu o Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1, neste domingo. A disputa contra Max Verstappen, da Red Bull, só foi definida na última volta, com os dois pilotos ficando a menos de um segundo um do outro.

O piloto inglês Lewis Hamilton comemora a vitória no Bahrein, em uma prova disputada até a última volta

Os dois disputaram volta a volta desde o início da corrida, onde o holandês largou em primeiro e o heptacampeão, em segundo. Além deles, a etapa começou bastante agitada, com o acidente do novato Nikita Mazepin, da Haas, que provocou a entrada do carro de segurança, na pista. Logo na sequência, Pierre Gasly também sofreu um acidente e causou uma nova interrupção.

A disputa se intensificou nas últimas oito voltas e Verstappen chegou a passar Hamilton na 53, mas precisou desenvolver a posição por ter ultrapassado fora da pista. Esse acirramento foi provocado pelas estratégias: enquanto o holandês optou por duas paradas, a Mercedes ensaiou três pit stops para Hamilton – tática que acabou abandonando no final por conta da proximidade do piloto da Red Bull.

Nova marca

A tentativa diferente foi resultado do fato da Red Bull apresentar um rendimento superior na pista. O outro carro da Mercedes, de Valtteri Bottas, terminou na terceira colocação e fechou o pódio.

Durante a prova, Hamilton quebrou mais um recorde em sua vitoriosa carreira e se tornou o piloto com mais voltas lideradas na história. O dono anterior era Michael Schumacher, que tinha liderado 5.111 voltas.

Já a Ferrari teve um ótimo desempenho, com Charles Leclerc terminando na quinta colocação e Carlos Sainz na oitava. Depois da péssima temporada em 2020, a pior em 40 anos, o time italiano dá bons sinais de recuperação. A próxima corrida será no dia 18 de abril, no Grande Prêmio da Emília-Romagna, na Itália.