Líbano doará terreno em Beirute para construção de centro comercial brasileiro

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quinta-feira, 4 de dezembro de 2003 as 12:47, por: CdB

O governo do Líbano fará a doação de uma área de 8 mil metros quadrados na região norte de Beirute, uma das mais nobres da cidade, para a construção de um centro comercial e de uma nova embaixada brasileira no país. A formalização do ato será feita durante a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao país entre hoje e amanhã.

A expectativa do estreitamento comercial e cultural é grande por parte da comunidade libanesa-brasileira que vive em Beirute. Para Carlos Edde, filho de libaneses nascido no Brasil e presidente do partido de oposição Bloco Nacional Libanês, esse “é um momento muito importante para que o Brasil se reafirme comercialmente no Oriente Médio utilizando o Líbano como porta de entrada para os produtos brasileiros”.

Os libaneses tem uma relação especial com o Brasil, principalmente por estar em território brasileiro a maior colônia libanesa do mundo com 6 milhões de pessoas. “Praticamente todas as famílias tem algum parente no Brasil”, diz Edde.

Brasileiros no Líbano

A colônia brasileira no Líbano, que em sua maioria é composta por filhos de imigrantes nascidos no Brasil que voltaram com suas famílias ao país, deverá encontrar o presidente Lula em um coquetel na tarde desta sexta-feira. Parte destes descendentes trabalha em empresas de comércio internacional que atuam em negócios com os países do Oriente Médio.

A população libanesa aguarda com curiosidade a chegada de Lula, já que sua trajetória política foi acompanha de perto. “A origem humilde do presidente Lula, os traços de sua personalidade criam uma grande expectativa. Para os libaneses a única queixa é que a visita será muito curta., conclui Edde.