Líder de Mianmar defende condenação de repórteres da Reuters

Arquivado em: Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 13 de setembro de 2018 as 11:18, por: CdB

Os jornalistas Wa Lone, de 32 anos, e Kyaw Soe Oo, de 28 anos, foram considerados culpados de violar uma lei sobre segredos oficiais

Por Redação, com Reuter – de Hanói

A líder do governo de Mianmar, Aung San Suu Kyi, disse nesta quinta-feira que os dois repórteres da Reuters presos no país podem recorrer da condenação de 7 anos de prisão, e que o julgamento deles não teve qualquer relação com a liberdade de expressão.

Líder do governo de Mianmar, Aung San Suu Kyi, no Fórum Econômico Mundial da Associação de Nações do Sudeste Asiático

Questionada sobre como se sentia prendendo jornalistas como uma líder democrática, Suu Kyi disse: “Eles não foram presos porque são jornalistas, eles foram presos porque… o tribunal decidiu que eles violaram a Lei de Segredos Oficiais”.

Suu Kyi se pronunciou durante o Fórum Econômico Mundial da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) em Hanói, no Vietnã, respondendo a uma pergunta do mediador que questionou se ela se sentia confortável com a prisão dos repórteres.

Os jornalistas Wa Lone, de 32 anos, e Kyaw Soe Oo, de 28 anos, foram considerados culpados de violar uma lei sobre segredos oficiais e condenados no início deste mês, em um caso marcante visto como um teste para o progresso democrático em Mianmar.

Sua prisão desencadeou grande indignação internacional, incluindo um pedido do vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, por sua libertação.

– Me pergunto se muitas pessoas realmente leram o resumo do julgamento, que não teve nenhuma relação com liberdade de expressão, teve relação com a Lei de Segredos Oficiais – disse Suu Kyi.

– Se acreditamos no Estado de Direito, eles têm todo o direito de recorrer do julgamento e de apontar porque o julgamento foi errado – acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *