Líderes do MDB lançam nome de Simone Tebet à Presidência da República

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 19 de julho de 2021 as 16:36, por: CdB

A sugestão corre em paralelo ao de outros partidos que se classificam como de centro, que testam a cerca de um ano das eleições, o nome de seus pré-candidatos como forma de testar qual deles poderia representar uma “terceira via” viável. Internamente, no entanto, o MDB articula lançar o nome de Tebet perto do fim da CPI da Covid.

Por Redação – de São Paulo

A cúpula do MDB, integrada pelo senador Renan Calheiros (AL), relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, entre outros líderes da centro-direita, ainda buscam uma alternativa ao nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para as eleições do ano que vem. O último nome lançado como pré-candidata à Presidência da República, nesta segunda-feira, é o da senadora Simone Tebet (MDB-MS).

Presidente da CCJ, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) colocou a pauta em votação terminativa
A senadora Simone Tebet (MDB-MS) já foi presidente da CCJ e hoje atua na CPI da Covid

A sugestão corre em paralelo ao de outros partidos que se classificam como de centro, que resolveram colocar já, a pouco mais de um ano das eleições de 2022, o nome de seus pré-candidatos na rua como forma de testar qual deles poderia representar uma “terceira via” viável. Internamente, no entanto, o MDB articula lançar o nome de Tebet perto do fim da CPI da Covid, onde a senadora tem tido atuação cada vez mais forte.

O objetivo, segundo fontes disseram à mídia conservadora, “é não misturar a participação dela na comissão com a possibilidade de ela entrar na disputa presidencial. Embora não referendado oficialmente pela executiva partidária, a decisão de lançar Tebet tem consenso entre variados grupos do MDB”.

Grupo dos nove

Oficialmente, o presidente do partido, o deputado Baleia Rossi (MDB-SP), diz que a parlamentar é um dos nomes favoritos para representar o projeto político que a sigla quer lançar, embora evite cravar o anúncio do nome dela. Segundo Rossi, o MDB apresentará no final de agosto um documento elaborado pela Fundação Ulysses Guimarães junto a outros especialistas com propostas para 2022 e que se intitulará “Ponto de Equilíbrio”.

— O nome que vamos apresentar vai defender esse projeto de país e um dos nomes favoritos para defende-lo é o da Simone (Tebet) — disse o parlamentar.

O MDB faz parte de um grupo de nove partidos que formaram um grupo no WhatsApp para debater a conjuntura eleitoral e buscar uma opção que fuja à polarização Lula-Bolsonaro. São parte do conjunto de legendas: MDB, DEM, Solidariedade, PV, Podemos, PSL, Cidadania, PSDB e Novo. Dirigentes de algumas dessas siglas propõem que no ano que vem todos se unam em torno do nome que se mostrar mais competitivo antes da disputa no primeiro turno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code