Liga Mundial de Surfe suspende etapa do circuito após casos de covid-19

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado sábado, 12 de dezembro de 2020 as 17:48, por: CdB

A WSL (Liga Mundial de Surfe) anunciou no final da noite de sexta-feira que decidiu suspender a primeira etapa do Circuito Mundial de Surfe, o Billabong Pipe Masters, realizado na ilha de Oahu (Havaí).

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

A WSL (Liga Mundial de Surfe) anunciou no final da noite de sexta-feira que decidiu suspender a primeira etapa do Circuito Mundial de Surfe, o Billabong Pipe Masters, realizado na ilha de Oahu (Havaí). A decisão foi tomada após membros da equipe da entidade, entre elas o seu diretor-executivo, Erik Logan, testarem positivo para o novo coronavírus (covid-19).

Diretor-executivo da liga mundial, Erik Logan, testou positivo
Diretor-executivo da liga mundial, Erik Logan, testou positivo

“A WSL está comprometida em priorizar a segurança de atletas, funcionários e comunidade, acima de tudo, e está trabalhando de forma próxima e transparente com o Departamento de Saúde do Estado do Havaí para determinar o caminho a seguir”, diz a nota da Liga Mundial de Surfe.

Além disso, a entidade afirmou que “acredita que nenhum atleta tenha sido exposto” ao novo coronavírus.

Brasileiros

O Billabong Pipe Masters começou na última quarta-feira, com 11 brasileiros caindo na água. Deles, oito se garantiram na terceira fase: Filipe Toledo, Yaho Dora, Miguel Pupo, Caio Ibelli, Jadson André, Deivid Silva e os campeões mundiais Gabriel Medina (2014 e 2018) e Ítalo Ferreira (2019).