Liga dosCampeões: Uefa altera local de sorteios de grupos por restrições ao coronavírus 

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 9 de setembro de 2020 as 13:22, por: CdB

Os sorteios das fases de grupos da Liga dos Campeões e da Liga Europa desta temporada foram transferidos de Atenas porque quebrariam as regras locais sobre a covid-19 em relação a grandes encontros em ambientes fechados, informou a Uefa nesta quarta-feira.

Por Redação, com Reuters – de Berna/Paris

Os sorteios das fases de grupos da Liga dos Campeões e da Liga Europa desta temporada foram transferidos de Atenas porque quebrariam as regras locais sobre a covid-19 em relação a grandes encontros em ambientes fechados, informou a Uefa nesta quarta-feira.

Logos da Liga dos Campeões da Europa e da Liga Europa em Mônaco 
Logos da Liga dos Campeões da Europa e da Liga Europa em Mônaco

O órgão do futebol europeu afirmou que o sorteio da Liga dos Campeões aconteceria sem convidados, como representantes dos clubes, em sua própria sede em Nyon, na Suíça, em 1o de outubro, com o sorteio da Liga Europa marcado para o dia seguinte no mesmo local.

A decisão ocorreu após conversas com autoridades gregas, informou a Uefa.

“Todas as partes concordaram que a principal prioridade deve continuar a ser a saúde pública e que, atualmente, não seria possível organizar um evento desta dimensão com convidados em Atenas, uma vez que violaria as restrições de saúde pública e as medidas relativas a eventos em ambientes fechados”, afirmou um comunicado da Uefa.

A fase de grupos da Liga dos Campeões começará mais tarde do que o normal, em 20 de outubro, um efeito da pandemia de coronavírus que interrompeu a temporada passada e fez com que ela terminasse em agosto.

Seleção francesa

A França conquistou uma vitória cheia de altos e baixos por 4 a 2 contra a Croácia em um jogo animado pelo grupo 3 da Liga das Nações da Uefa na terça-feira, e conseguiu um resultado idêntico ao da final da Copa do Mundo de 2018.

Os franceses conseguiram a segunda vitória em dois jogos após o 1 a 0 sobre a Suécia, e estão com o mesmo número de pontos que a seleção de Portugal, que bateu a Suécia por 2 a 0 após Cristiano Ronaldo garantir sua marca de 101 gols pela equipe nacional.

Em contraste, os croatas sofreram a segunda derrota seguida após sofrerem uma goleada por 4 a 1 no primeiro jogo para os portugueses, atuais campeões europeus e da Liga das Nações.

Com um início devagar, parecia difícil imaginar uma avalanche de gols na partida, mas a França, jogando com um novo esquema 3-4-1-2, encaixaram o jogo após saírem atrás.

A Croácia abriu o marcador com Dejan Lovren, aos 17 minutos, que bateu o goleiro Hugo Lloris com um chute de canhota após passar por Moussa Sissoko mostrando grande controle da bola.

Antoine Griezmann perdeu uma oportunidade clara antes de marcar o gol de empate aos 43, e a França virou o placar após um gol contra do goleiro croata Dominik Livakovic no último minuto do primeiro tempo. Anthony Martial finalizou de perto na trave e a bola bateu nas costas de Livakovic antes de entrar no gol.

A Croácia empatou com Josip Brekalo aos 10 minutos da segunda etapa, passando por três defensores e mandando a bola longe do alcance de Lloris.

A França passou à frente novamente 10 minutos depois com o zagueiro Dayot Upamecano, que aproveitou a bobeira da defesa e marcou de cabeça após cobrança de escanteio de Griezmann, e Olivier Giroud fechou a conta de pênalti, aos 32 da etapa final.