Liverpool assume a liderança com empate contra o United

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019 as 11:34, por: CdB

O técnico do Liverpool sugeriu que a sua equipe tinha sido afetada pelas interrupções do primeiro tempo.

Por Redação, com Reuters – de Londres

O Liverpool assumiu a liderança da tabela da Premier League, apesar de ter empatado em 0 a 0 com o Manchester United, em uma partida bagunçada neste domingo.

Partida entre Manchester United e Liverpool

O time de Juergen Klopp empatou em três de seus quatro últimos jogos da Premier League e conquistou 66 pontos em 27 jogos, enquanto o segundo colocado, o Manchester City, que enfrentará o Chelsea mais tarde neste domingo, tem 65 pontos com o mesmo número de partidas.

Klopp parecia frustrado e irritado ao longo do jogo, enquanto sua equipe parecia ter dificuldades em encontrar o ânimo para atacar, o que foi a base de seu sucesso nesta temporada, contra o time do United, forçado a fazer todas as três substituições no primeiro tempo.

O técnico do Liverpool sugeriu que a sua equipe tinha sido afetada pelas interrupções do primeiro tempo.

– Nós não jogamos bem, para ser sincero. Nós admitimos isso. Ganhamos um ponto, temos um a mais que antes, mas nem parece – disse.

– Estes jogos são sempre abertos por uma situação. Os rapazes não se sentiram bem. Eu pude ver isso nos rostos deles. Foi estranho. Eu estava pensando ‘o que está acontecendo hoje?’ Eles perderam a força e o ritmo e não conseguiram recuperá-los – acrescentou.

Os torcedores do Liverpool viram de outra forma, no entanto, já que saíram da casa de seus antigos rivais entoando um lembrete de sua posição na liga enquanto focam na chance de conquistar o primeiro título de alto nível desde 1990.

Manchester United

Gary Neville advertiu que haverá “motim” entre os torcedores do Manchester United se a diretoria do clube não efetivar Ole Gunnar Solskjaer como treinador permanente em Old Trafford.

O impacto de Solskjaer em um time do United que trabalhava sob o comando de José Mourinho até dezembro passado superou as expectativas, com a equipe invicta por 10 partidas da Premier League e também garantiu um lugar nas quartas-de-final da Copa da Inglaterra.

– Não acho que você possa dar (o cargo) para outra pessoa, senão haveria um motim – disse o ex-zagueiro do United, que foi companheiro de equipe de Solskjaer no United entre 1996 e 2007, à Sky Sports.

– Os fãs estavam cantando para ele. Eu acho que está muito perto agora – não consigo ver o clube ficando longe disso.

Lesões forçaram o norueguês a fazer as três substituições antes do intervalo no empate de domingo por 0 a 0 com o Liverpool, mas a torcida em Old Trafford cantou durante os 90 minutos, entoando o nome do treinador.

– Três meses atrás eles estavam cantando ‘ataque, ataque, ataque’ e hoje eles estavam cantando o nome de Ole Gunnar Solskjaer durante todo o segundo tempo – acrescentou Neville.

– O clima mudou completamente, a atmosfera foi uma das melhores que vi em Old Trafford durante anos e foi 0 a 0! Se o Manchester United tivesse marcado, teria sido incrível.
O United, que está a um ponto de alcançar o Arsenal pelo quarto lugar na tabela de classificação, deve visitar o Crystal Palace na quarta-feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *