Liverpool se inspira no socialismo para gerar receita de sucesso

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado domingo, 22 de dezembro de 2019 as 15:48, por: CdB

Para o cartola inglês Peter Moore, o que distingue o time campeão do mundo na indústria do futebol foi contar com esta “incrível figura histórica no Liverpool: Bill Shankly, um treinador socialista da Escócia que estabeleceu as bases”.

 

Por Redação, com El País – de Liverpool, Inglaterra.

 

Nomeado em 2017 para a direção do Liverpool, campeão mundial sobre o Flamengo, na véspera, com um gol do brasileiro Firmino, o britânico Peter Moore, de 64 anos, conhecia bem o sucesso. Lenda do marketing, com o desenvolvimento de marcas mundiais, a exemplo da Microsoft, Sega e Electronic Arts, Moore “poderia se retirar para sua mansão na Califórnia a desfrutar de sua imensa fortuna”, afirma o jornalista Diego Torres, do diário conservador espanhol El País, que o entrevistou, neste domingo.

Lenda do marketing mundial, Moore hoje se inspira no socialismo para levar o Liverpool à condição de melhor time do mundo
Lenda do marketing mundial, Moore hoje se inspira no socialismo para levar o Liverpool à condição de melhor time do mundo

Moore, no entanto, voltou a a Liverpool, a cidade onde se criou, “com nada melhor a fazer”, diz ele, do que ir ao estádio Anfield para ver o seu time jogar. Há quatro décadas fora da Inglaterra quando foi nomeado para a diretoria executiva do clube que conquistou a Champions League em maio, o dirigente esportivo conquistou, na Premier League europeia, os 24 pontos de 24 possíveis.

Amigos

Para o cartola inglês, o que distingue o time campeão do mundo na indústria do futebol foi contar com esta “incrível figura histórica no Liverpool: Bill Shankly, um treinador socialista da Escócia que estabeleceu as bases”.

— Ainda hoje, quando falamos de negócios, perguntamos: “O que faria Shankly? O que diria Bill nesta situação?”. Era um verdadeiro socialista que acreditava que o futebol consistia em trabalhar em conjunto. Nós nos reunimos no departamento de marketing e dissemos: “Vamos colocar isso em palavras”. A conclusão foi que a ideia essencial do Liverpool é que isso é o que significa mais. Mais do que ganhar ou perder. Mais do que ir ao futebol, encontrar os amigos no bar e voltar para casa — concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *