Löw anuncia convocados da Alemanha para amistosos contra Brasil e Espanha

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 16 de março de 2018 as 13:37, por: CdB

Os destaques da lista, porém, são as ausências do goleiro Manuel Neuer, do Bayern de Munique, ainda lesionado, e dos atacantes Marco Reus e Mario Götze, do Borussia Dortmund

Por  Redação, com EFE – de Berlim:

O técnico da seleção da Alemanha, Joachim Löw, anunciou nesta sexta-feira a convocação para os amistosos preparatórios para a Copa do Mundo de 2018 contra Espanha e Brasil.

O técnico da seleção da Alemanha, Joachim Löw

Os destaques da lista, porém, são as ausências do goleiro Manuel Neuer, do Bayern de Munique, ainda lesionado, e dos atacantes Marco Reus e Mario Götze, do Borussia Dortmund.

Sobre Reus, que acaba de se recuperar de uma longa lesão, o técnico da Alemanha disse que o importante é dar tempo ao atleta para que ele ganhe ritmo de jogo e esteja pronto para o Mundial.

Ao anunciar a lista de 26 jogadores, Löw disse estar feliz por enfrentar rivais como Brasil e Espanha antes da Copa do Mundo.

– São dois adversários de alto nível que podem nos mostrar em que nível estamos atualmente – afirmou o treinador.

No entanto, Löw minimizou a importância dos resultados dessas partidas. “O importante é ver como os jogadores colocarão em prática as indicações táticas e a possibilidade de fazermos alguns testes”, explicou o atual campeão do mundo.

– Tenho grande respeito pelos dois adversários, que considero mais fortes do que em 2014. Ambos estão em condições de chegar ao título na Rússia – afirmou Löw.

Confira a lista de convocados da Alemanha para os amistosos contra Brasil e Espanha:.

Goleiros: Kevin Trapp (Paris Saint-Germain-FRA), Bernd Leno (Bayer Leverkusen-ALE) e Marc-André ter Stegen (Barcelona-ESP).

Defesores: Marvin Plattenhardt (Hertha Berlim-ALE), Jonas Hector (Colonia-ALE), Mathias Ginter (Borussia Mönchengladbach-ALE), Mats Hummels, Jerome Boateng, Niklas Süle e Joshua Kimmich (Bayern de Munique-ALE) e Antonio Rüdiger (Chelsea-ING).

Meio-campistas: Sami Khedira (Juventus-ITA), Julian Draxler (Paris Saint-Germain-FRA), Toni Kroos (Real Madrid-ESP), Sandro Wagner, Thomas Müller e Sebastian Rudy (Bayern de Munique-ALE), Mesut Özil (Arsenal-ING), Emre Can (Liverpool-ING), Leroy Sané e Ilkay Gündogan (Manchester City-ING) e Julian Brandt (Bayer Leverkusen-ALE)

Atacantes: Mario Gómez (Stuttgart-ALE), Leon Goretzka (Schalke 04-ALE), Lars Stindl (Borussia Mönchengladbach-ALE) e Timo Werner (RB Leipzig-ALE).

Bravo critica federação chilena

O goleiro Claudio Bravo, do Manchester City, criticou nesta quinta-feira a federação de futebol do Chile; pela convocação para defender a seleção do país nos amistosos contra Suécia e Dinamarca, no fim deste mês.

– Falei com (Reinaldo) Rueda, porque há um mês, disse que não gostaria de ir. Me colocaram na redação assim mesmo,; para me deixar mal. A federação manipula tudo – garantiu o experiente jogador, em entrevista à rádio “La Clave”.

Nesta sexta-feira, à jornalistas de outra emissora de rádio chilena, a “T13”, presidente da federação, Arturo Salah; garantiu que Bravo havia condicionado a presença na seleção a contratação de Julio Rodríguez; com quem trabalhou no Colo-Colo, para atuar como preparador de goleiros.

Bravo admitiu que pediu emprego para o amigo, mas rechaçou que tenha feito qualquer exigência.

– Só estou pedindo que abram as portas para uma pessoa que nos vai ajudar muito – garantiu o capitão da ‘Roja’.

Na quinta-feira, Bravo foi incluído na lista de convocados para jogos contra Suécia e Dinamarca; apesar de ter pedido para ficar fora dos compromissos. No fim do comunicado utilizado para anunciar os nomes, constou a informação do pedido de dispensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *