No lugar do Hotel Novo Mundo, um condomínio de alto luxo

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sábado, 9 de março de 2019 as 17:09, por: CdB

Diretor-executivo do Sindicato de Hotéis do Rio, José Domingos disse a jornalistas, neste sábado, que desde 2017 a rede hoteleira vem sofrendo uma decadência acelerada.

 

Por Redação – do Rio de Janeiro

 

Após quase sete décadas, um dos hotéis mais tradicionais e charmosos da Zona Sul, o Novo Mundo, encerra suas atividades no final deste mês. O Rio já perdeu 16 hotéis ao longo da crise econômica que se estende desde 2016 até agora. Segundo afirmou fonte próxima aos fatos à reportagem do Correio do Brasil, o estabelecimento será reformado para abrigar um condomínio com apartamentos de alto luxo.

Vista de um dos salões do Hotel Novo Mundo, que se transformará em um condomínio de alto luxo
Vista de um dos salões do Hotel Novo Mundo, que se transformará em um condomínio de alto luxo

Diretor-executivo do Sindicato de Hotéis do Rio, José Domingos disse a jornalistas, neste sábado, que desde 2017 a rede hoteleira vem sofrendo uma decadência acelerada. O executivo alertou, ainda, que apesar de a cidade ter 80% de ocupação dos apartamentos, as tarifas e o número de diárias se mantém na mesma base de 2014 e não suportam mais os aumentos nos custos.

Leão de bronze

Construído em 1947 e inaugurado em 1950, quando recebeu a delegação da Copa do Mundo, a história do hotel se mistura aos períodos mais sofisticados do Rio de Janeiro. Seus salões eram frequentados por personalidades internacionais, políticos, artistas e celebridades.

Ao lado do Palácio do Catete, antiga sede do Governo Federal, o hotel brilhava nas décadas de 50 e 60, quando recebeu de presente da sociedade França um leão de bronze, esculpido por Henri M. Alfred Jacquemart, célebre escultor animalista e famoso por diversos monumentos em Paris.

Procurada pelo CdB, a direção do hotel confirmou que as atividades serão encerradas no final de março, mas preferiu ainda não revelar os detalhes das negociações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *