Lula assassinado na cadeia é risco cogitado por aliados e inimigos

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado domingo, 8 de abril de 2018 as 18:04, por: CdB

Circula, nas redes sociais, o vídeo no qual o empresário Oscar Maroni, dono do Bahamas Club, conhecida boate e hotel paulista, oferece uma recompensa para quem cometer o assassinato do ex-presidente Lula, na cadeia.

 

Por Redação – de Curitiba e São Paulo

 

Embora preso, sob a custódia da Polícia Federal, militantes dos campos progressista e da ultradireita acreditam ser possível que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva possa ser assassinado; dentro do cárcere.

"<yoastmark

Editor da revista Fórum, o jornalista Renato Rovai disse a colegas de um site de notícias que teme pela morte do líder petista.

— Podem até tentar matá-lo — disse.

Festa na boate

Para o editor, o golpe de Maio de 2016; iniciado com a derrubada da presidenta Dilma Rousseff, entra agora numa terceira fase. Cada vez mais violenta e radical. As ameaças ao ex-presidente, de fato, tornaram-se escancaradas.

Circula, nas redes sociais, o vídeo no qual o empresário Oscar Maroni, dono do Bahamas Club, conhecida boate e hotel paulista, oferece uma recompensa para quem cometer o assassinato do ex-presidente Lula, na cadeia.

A ameaça foi gravada durante festa pela prisão de Lula, organizada pelo Movimento Brasil Livre (MBL), em Moema. O dono do local promete; desde 2016, distribuir cerveja de graça nos arredores do seu estabelecimento quando o petista fosse preso.

Assista ao vídeo com as ameaças:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *