Lula avisa que, se voltar, mudará política de preços da Petrobras

Arquivado em: Destaque do Dia, Energia, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 30 de novembro de 2021 as 16:39, por: CdB

“Digo em alto e bom som: nós não vamos manter essa política de preços de aumento do gás e da gasolina que a Petrobras adotou por ter nivelado os preços pelo mercado internacional. Quem tem que lucrar com a Petrobras é o povo brasileiro” disse Lula, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Por Redação, com ACSs – de São Paulo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que lidera as pesquisas de intenção de voto para a eleição presidencial do ano que vem, disse nesta terça-feira que alteraria a atual política de preços da Petrobras e que a estatal deveria dar lucro ao povo brasileiro.

Petrobras
Estatal brasileira do petróleo, a Petrobras acompanha os preços internacionais da commodity

— Digo em alto e bom som: nós não vamos manter essa política de preços de aumento do gás e da gasolina que a Petrobras adotou por ter nivelado os preços pelo mercado internacional. Quem tem que lucrar com a Petrobras é o povo brasileiro — disse Lula, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Questionada sobre o tema por analistas em Nova York, a direção da Petrobras afirmou que a empresa tem hoje instrumentos de controle para evitar interferências políticas em sua gestão.

— A companhia tem controle total sobre seu destino — afirmou o presidente da companhia, Joaquim Silva e Luna.

Cotações

A escalada dos preços dos combustíveis em 2021 colocou a Petrobras na mira não só da oposição, mas também de aliados e do próprio presidente Jair Bolsonaro (PL), cuja popularidade vem sendo afetada pela alta da inflação.

Bolsonaro já disse algumas vezes que têm o desejo de privatizar a estatal para parar de levar a culpa pelo preço dos combustíveis. A oposição, por sua vez, critica a política de acompanhamento das cotações internacionais do petróleo.

Nesta terça-feira, por exemplo, a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) anunciou que levará ao Congresso, nesta quarta-feira, um dossiê do Observatório Social da Petrobras que comprovaria que é possível para a empresa ter lucro com outra política de preços.

“A atual política de precificação dos combustíveis é uma verdadeira exploração da população e estagnação da economia”, resumiu, em nota, o economista Eric Gil Dantas, do Observatório e do Instituto Brasileiro de Estudos Políticos e Sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code