Lula se despede da vida pública e desiste de ser candidato ao Planalto

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 30 de abril de 2020 as 16:15, por: CdB

O ex-presidente Lula afirmou, pela primeira vez em sua longa carreira política, que não será mais candidato a presidente. Lula presidiu o Brasil entre 1º de janeiro de 2003 e 1º de janeiro de 2011, nos anos de maior prosperidade e distribuição de renda da história recente do país.

10h33 – de São Paulo

Impedido pela Justiça de concorrer a qualquer cargo público até 2028, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva depôs armas, na manhã desta quinta-feira. O líder petista admitiu que não pretende uma nova tentativa de voltar ao Palácio do Planalto, durante entrevista ao jornalista Leonardo Sakamoto.

Lula falou para uma plateia de amigos, militantes, artistas e intelectuais, no Circo Voador
Lula disse que não quer ser ‘um velhinho’ no Palácio do Planalto e já fez tudo o que podia pelo Brasil

— Eu não posso ser candidato e ficar um velhinho no palácio, já cumpri a minha cota — declinou.

Despedida

O ex-presidente Lula afirmou, pela primeira vez em sua longa carreira política, que não será mais candidato a presidente. Lula presidiu o Brasil entre 1º de janeiro de 2003 e 1º de janeiro de 2011, nos anos de maior prosperidade e distribuição de renda da história recente do país.

— Para ser candidato eu teria que ter 100% de saúde, fazer dez discursos por dia, eu não posso ser candidato e ficar um velhinho no palácio. Já cumpri a minha cota. Espero que o PT e o Brasil não precisem de mim — encerrou, com um tom de tristeza na voz.