Maduro troca o gabinete em momento difícil de seu governo

Arquivado em: América Latina, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 18 de março de 2019 as 13:56, por: CdB

O presidente Nicolás Maduro acusou o imperialismo dos EUA de anunciar e conduzir uma guerra no setor elétrico contra a Venezuela.

Por Redação, com Sputnik – de Caracas

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu aos ministros para renunciarem aos seus cargos a fim de realizar uma profunda reestruturação do Governo, informou a vice-presidente Delcy Rodríguez.

Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

– O presidente Nicolás Maduro pediu a todo o Gabinete Executivo para colocar seus cargos à disposição a fim de uma profunda reestruturação dos métodos e funcionamento do governo bolivariano, para proteger a Pátria de Bolívar e Chávez perante qualquer ameaça – escreveu Rodríguez na rede social Twitter.

No passado dia 15 de março o presidente da república anunciou nas emissoras de rádio e televisão que iria realizar alterações no seu Governo nos próximos dias para aprofundar a aproximação das autoridades aos cidadãos.

– Anunciarei muito em breve novas e importantes alterações nos métodos de funcionamento do governo e tudo que é o Governo nacional, porque consigo perceber os sinais históricos, entendo que necessitamos de tornar mais estreito o governo da rua, o governo popular, governo mais profundo, o governo que caminha junto com o povo, governo que presta atenção ao serviço elétrico, ao serviço de saúde e serviço de educação.

Ele também pediu aos ministros, governadores e prefeitos que saiam às ruas para cumprir seu dever nas respectivas áreas, informando também que irá tornar mais estreita a união cívico-militar no país.

As redes elétricas venezuelanas sofreram um colapso no dia 7 de março após uma avaria na planta hidrelétrica de Guri, que é responsável por 80% de toda energia produzida em Venezuela, como consequência de um ataque informático ao sistema de controle automatizado na central. O apagão afetou 23 Estados do país.

O presidente Nicolás Maduro acusou o imperialismo dos EUA de anunciar e conduzir uma guerra no setor elétrico contra a Venezuela.

Segundo declarações do ministro da Informação, Jorge Rodríguez, Washington sabia de antemão o que deveria acontecer com o sistema elétrico venezuelano, isso confirma a rapidez da reação nas redes do Secretário do Estado, Mike Pompeo, e do senador Marco Rubio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *