Manifestantes são presos por estender faixa com suástica contra Bolsonaro

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 18 de março de 2021 as 14:54, por: CdB

Cinco ativistas foram presos pela Polícia Militar no Distrito Federal nesta quinta-feira após o grupo estender um cartaz que associava o presidente Jair Bolsonaro a uma suástica. A polícia ainda tentou justificar a prisão sob a alegação de que os militantes chamaram Bolsonaro de “genocida”.

Por Redação, com agências de notícias – de Brasília

Cinco ativistas foram presos pela Polícia Militar no Distrito Federal nesta quinta-feira após o grupo estender um cartaz que associava o presidente Jair Bolsonaro a uma suástica.

O grupo estendeu um cartaz que associava o presidente Jair Bolsonaro a uma suástica

A polícia ainda tentou justificar a prisão sob a alegação de que os militantes chamaram Bolsonaro de “genocida”.

Os deputados Alencar Santana (PT-SP) e Natália Bonavides (PT-RN) estiveram na Superintendência da Polícia Federal em Brasília para prestar apoio aos ativistas.

Protesto

– Mais um ato autoritário das forças de segurança, que prendem jovens que foram se manifestar pacificamente contra essa política genocida do governo federal. Foram presos de maneira arbitrária, contrariando a Constituição, que assegura o direito à livre manifestação e crítica contra qualquer autoridade ou Poder – disse Santana em contato com CartaCapital.

– Querem intimidar todas as pessoas que se manifestam contra o presidente Jair Bolsonaro – acrescentou.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code